Corpo de Bombeiros planeja abrir novos quartéis na Serra - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Duas cidades17/04/2018 | 16h16Atualizada em 17/04/2018 | 16h16

Corpo de Bombeiros planeja abrir novos quartéis na Serra

Para isso, comando regional estima em 30 soldados o efetivo necessário, além de preencher a defasagem das unidades de Caxias

O Corpo de Bombeiros planeja abrir dois novos quartéis na Serra Gaúcha - um em São Francisco de Paula e outro em Nova Prata. Atualmente, são 14 quartéis na área do 5º Batalhão de Bombeiros, que abrange a região, distribuídos em nove municípios: Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Farroupilha, Flores da Cunha, Gramado, Canela, São Marcos, Veranópolis e Vacaria.

Para possibilitar a abertura de unidades em novas cidades, é necessário um aumento no defasado efetivo da corporação. Atualmente, apenas dois dos cinco quartéis de Caxias do Sul abrem 24 horas por dia: a sede, no centro, e a unidade do Aeroporto Hugo Cantergiani, necessária para garantir a operação do terminal aeroportuário. O quartel do bairro Cruzeiro, no momento, abre entre as 20h e as 8h e fecha durante o dia. Os quartéis do bairro Desvio Rizzo e da Zona Norte estão fechados, esse último desde 2016.

Conforme o tenente-coronel Éderson Albuquerque Cunha, comandante do 5º Batalhão, seriam necessários 30 bombeiros para viabilizar a abertura dos dois novos quartéis. Na última sexta-feira (14), 30 novos soldados foram formados em Bento Gonçalves, e serão destinados para diferentes unidades do Rio Grande do Sul. No Estado, conforme o tenente-coronel, concluíram o curso 183 novos soldados. Agora, o comando estadual definirá a destinação do efetivo.

Cunha afirma que a prioridade é retomar o atendimento 24 horas nos quartéis dos bairros Cruzeiro e Desvio Rizzo, o que seria possível com oito bombeiros, por exemplo. Em relação aos novos quartéis, a prioridade é para São Francisco de Paula. O comandante explica que as tratativas estão mais adiantadas com o município e a demanda por um quartel na cidade remonta ao tornado do dia 12 de março de 2017. Cunha comenta que já há uma estrutura física e viaturas disponibilizadas pelo município, além de uma equipe de bombeiros civis. O efetivo local teria um complemento com militares para viabilizar a abertura do quartel. 

Em relação a Nova Prata,  o município dispõe apenas de bombeiros voluntários. O comandante avalia que é necessário melhorar o atendimento no município. Ele comenta que, se não houver efetivo para abertura, uma alternativa é reforçar o quartel de Veranópolis para qualificar o atendimento na área.

Já a possibilidade de reabertura do quartel da Zona Norte de Caxias do Sul é mais remota. O comandante afirma que isso dependeria de mais efetivo. 

 Leia também
Lei aprovada em 2016 volta a provocar reclamações de aumento do IPTU de Farroupilha
Secretários de escolas de Caxias estão sendo dispensados

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros