Autor confesso da morte de Naiara é transferido para instituição psiquiátrica em Porto Alegre - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Caso Naiara 04/04/2018 | 10h06Atualizada em 04/04/2018 | 10h19

Autor confesso da morte de Naiara é transferido para instituição psiquiátrica em Porto Alegre

Juliano Vieira Pimentel de Souza está no Instituto Forense

Autor confesso da morte de Naiara é transferido para instituição psiquiátrica em Porto Alegre Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução / Facebook

O autor confesso do rapto, estupro e morte da menina Naiara Soares Gomes, de sete anos Juliano Vieira Pimentel de Souza, 31, foi transferido para o Instituto Psiquiátrico Forense, em Porto Alegre. O homem que estava recolhido em um presídio da região metropolitana foi removido para a instituição no dia 30 de março, de acordo com a Superintendência de Serviços penitenciários (Susepe).  O instituto recebe criminosos com doenças mentais que cumprem medida de segurança. 

Leia mais
Casa onde morava autor confesso de estuprar e matar Naiara é demolida em Caxias do Sul
Polícia deve indiciar autor confesso de morte de Naiara por estupro, homicídio e ocultação de cadáver
Susepe apreende celular que filmou oração por Naiara em presídio de Caxias do Sul
Vídeo: O que mostram as câmeras do caminho onde menina desapareceu em Caxias
Confira sete dificuldades da investigação sobre menina desaparecida em Caxias do Sul

Souza foi preso no dia 21 de março. Ele confessou ter raptado a menina Naiara do dia 9 de março e ter violentado e matado a menina no mesmo dia, na casa alugada em que ele morava no bairro Serrano, em Caxias do sul. Os motivos para a remoção de Souza para o instituto psiquiátrico não foram divulgados. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Caio Márcio Fernandes, o inquérito deve ser concluído até esta sexta-feira. 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros