Ataque na saída de escola, em Caxias do Sul, foi motivado por dívida de R$ 2 mil - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Investigação03/04/2018 | 21h40Atualizada em 04/04/2018 | 17h25

Ataque na saída de escola, em Caxias do Sul, foi motivado por dívida de R$ 2 mil

Primos estão presos por envolvimento no crime 

Ataque na saída de escola, em Caxias do Sul, foi motivado por dívida de R$ 2 mil Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A Delegacia de Homicídios pretende concluir em dez dias o  inquérito sobre o ataque a tiros na frente da Escola Municipal de Ensino Fundamental Luciano Corsetti, no bairro Kayser,em Caxias do Sul, na tarde da última quinta-feira. A polícia irá indicar os primos Daniel Grade da Silva, 23 anos e João Vitor Soares da Silva, 18, por tripla tentativa de homicídio. As qualificadoras do crime ainda serão definidas, mas devem incluir motivação fútil, recurso que dificultou a defesa da vítima e meio que resultou perigo comum — afinal diversos pessoas poderiam ser atingidas pelos disparos na frente da escola, assim como as duas meninas de seis anos que foram feridas.

Leia mais:  
Polícia prende suspeito de conduzir moto em que estava homem que atirou em crianças em escola de Caxias
Suspeito de balear um homem e duas crianças na frente de escola é preso em Caxias do Sul 
Apesar de reforço da Guarda Municipal, pais apontam sensação de insegurança na saída da escola onde menina foi baleada
Polícia Civil não tem dúvidas sobre autoria dos tiros que feriram crianças em Caxias do Sul
Após menina ser baleada, dezenas de doadores procuram o Hemocentro de Caxias do Sul
Guarda Municipal acompanha alunos de escola em que menina foi baleada, em Caxias
Melhora estado de saúde de menina baleada na saída da escola em Caxias
Menina atingida por tiro enquanto deixava a escola, em Caxias do Sul, permanece na UTI
Escola de Caxias deve ter segurança reforçada após ataque de atirador na saída de alunos
Menina baleada na saída de escola em Caxias teve o rim perfurado por projétil
Polícia tem suspeito para ataque junto a escola em Caxias do Sul 
"Ele foi correndo e atirando contra as crianças", diz morador sobre ataque na saída de escola em Caxias
Criança baleada em saída de escola de Caxias do Sul está na UTI
Duas crianças e um homem são baleados na saída de escola no bairro Kayser, em Caxias

Responsável pela investigação, a delegada Suely Rech, ressalta que o caso não se trata de um atentado, mas sim contra um alvo específico. A motivação, de acordo com a polícia, foi a venda de uma motocicleta em meados de 2016. Na ocasião, a vítima da tentativa de homicídio, um homem de 33 anos que foi baleado nas costas e já recebeu alta médica, comprou o veículo por R$ 6 mil, mas pagou apenas R$ 3 mil.

Sem o pagamento, o negócio foi desfeito, Daniel devolveu R$ 1 mil e combinou que iria ressarcir os outros R$ 2 mil em quatro parcelas. Este novo acordo também não foi cumprido e, em uma das inúmeras discussões entre os dois desafetos, o homem de 33 anos espancou Daniel.

Agredido e ameaçado, Daniel decidiu se vingar rival. Assim, segundo a delegada Suely, ele conseguiu um revólver e, na quinta-feira passada, foi encontrar o desafeto — que ele sabia que estaria próximo a Escola Luciano Corsetti. Daniel desceu da motocicleta conduzida por João Vitor e chamou o alvo pelo apelido. Ao perceber que Daniel estava armado, o homem de 33 anos virou de costas para fugir e foi atingido. Na confusão, duas meninas de seis que aguardavam para ir embora perto de uma van escolar foram atingidas por balas perdidas.

Primos estão presos

Daniel Grade da Silva estava escondido na casa de um primo no bairro Santa Corona
Foto: Brigada Militar / Divulgação

Detido pela Brigada Militar (BM) ainda na noite de segunda-feira, Daniel foi reconhecido como sendo o atirador que feriu um adulto e duas meninas de seis anos.Nesta terça, os agentes da Delegacia de Homicídios prenderam João apontado como o motociclista que ajudou na fuga do atirador. 

A primeira ação policial ocorreu por volta das 21h de segunda-feira, quando o 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM) recebeu uma denúncia anônima relatando que o suspeito da tentativa de homicídio na frente da escola estava escondido na casa de um primo e planejava fugir para o Paraná. Policiais militares foram até a Rua Terezinha de Jesus, no bairro Santa Corona, e abordaram Daniel. Ele foi conduzido até a Central de Polícia, onde seria feito um registro de apresentação de suspeito. A delegada Suely foi informada sobre os fatos e decidiu antecipar o pedido de prisão preventiva à Justiça.

— Era o mesmo suspeito que estávamos investigando e para qual já estávamos com o pedido de (prisão) preventiva praticamente pronto. Só que pretendíamos representar (pela prisão) dos dois investigados e, para isso, precisávamos ouvir duas testemunhas que estavam marcadas para a manhã de hoje (terça-feira). Como o suspeito foi apresentado (pela BM), antecipamos o pedido — explica a delegada interina da Delegacia de Homicídios.

Desta forma, enquanto Daniel cumpria os procedimentos necessários na Central de Polícia sobre a ação da BM, a delegada Suely buscou o Poder Judiciário. A prisão preventiva foi decretada pela juíza de plantão Maria Olivier por volta da 1h desta terça, e, assim, o investigado foi encaminhado ao presídio.

A prisão do outro suspeito ocorreu oito horas depois. João Vitor foi detido quando chegava em  um Centro de Formação de Condutores (CFC) na Rua Os Dezoito do Forte. Horas depois, a BM apreendeu um revólver .38 na casa dele durante uma ação de combate ao tráfico que apreendeu 608 unidades de LSD. Em cumprimento de mandado, a Polícia Civil já havia encontrado um revólver na casa de Daniel.

— Ambas as armas são condizentes com o revólver utilizado na tripla tentativa de homicídio: calibre .38, escuro e cano curto. Assim, ambas serão encaminhadas para comparação com o projétil que encontramos próximo a escola (Luciano Corsetti) — complementa a delegada Suely. 

Leia também:
Grupo sugere mudanças no zoneamento escolar, em Caxias 
Comissão finaliza relatório do impeachment do prefeito de Caxias na próxima segunda-feira
Em ato na Praça Dante Alighieri, caxienses pedem prisão de Lula
Gasolina chega à barreira dos R$ 5 em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros