Greve dos Correios: saiba o que fazer para ficar com as contas em dia - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Serviço13/03/2018 | 09h24Atualizada em 13/03/2018 | 11h06

Greve dos Correios: saiba o que fazer para ficar com as contas em dia

Não receber fatura, boleto bancário ou qualquer outra cobrança em que o consumidor saiba ser devedor não o isenta de efetuar o pagamento

Greve dos Correios: saiba o que fazer para ficar com as contas em dia Bruno Alencastro/Agencia RBS
Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS
Pioneiro

Pelo menos 30 dos 160 carteiros que trabalham em Caxias do Sul aderiram à greve dos Correios, iniciada na segunda em todo o país. A ausência destes trabalhadores deve impactar diretamente nas entregas em toda a cidade. A tendência é que mais profissionais integrem o movimento grevista, acredita o diretor da unidade de Caxias do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul (Sintect-RS), Ricardo Paim.

— São diversos motivos que nos fazem entrar em greve, entre eles as mudanças do plano de saúde. É uma paralisação sem prazo para acabar — afirma Paim.

Por meio da assessoria de imprensa, a empresa informou que podem ocorrer situações pontuais de atraso nas entregas de encomendas, mas nega que a situação estaria generalizada em Caxias.

O sindicato estima que a defasagem do número de trabalhadores no município seja de, pelo menos, 60 profissionais. Outros motivos apontados para a paralisação são a sobrecarga de trabalho por falta de funcionários para entregar as encomendas, a decisão da empresa de tirar a inclusão dos pais nos planos de saúde e a proposta de redução de carga horária para seis horas diárias, com redução salarial de 25%.

DICAS AO CONSUMIDOR

Se perceber que o prazo do vencimento está perto e o boleto não chegou, o consumidor deve entrar em contato com a empresa emissora da conta, solicitando outra forma de realizar o pagamento: segunda via do boleto por meio do site da empresa, entrega por e-mail ou por fax ou a prorrogação da data de vencimento.

Se, após o contato, a empresa credora não disponibilizar outra forma de pagamento e o consumidor receber a conta com a cobrança de encargos, os valores poderão ser questionados.

Com relação aos serviços contratados diretamente nos Correios (envio de Sedex, por exemplo), o consumidor tem o direito de pleitear ressarcimento por prejuízos em caso de atraso.

Faturas de cartões de crédito: entre em contato com a operadora por telefone ou no site. É possível imprimir segunda via da fatura ou conseguir o número do código de barras, por exemplo.

Contas de água, luz e telefone: é preciso entrar em contato com a operadora por telefone ou via site. Muitas empresas costumam enviar torpedos com o código de barras da conta dias antes do vencimento.

Para quem precisa enviar encomendas ou correspondência com urgência durante o período de paralisação dos Correios, a recomendação é procurar por serviços de entrega alternativos. O IDEC recomenda que o consumidor, ao contratar essas empresas, solicite que o prazo de entrega seja registrado por escrito, o que possibilita a reclamação de eventual prejuízo no caso de atraso.

ÁGUA E LUZ

Em Caxias do Sul, as contas de água e de luz são entregues diretamente pelas empresas. Em caso de

problemas, é possível solicitar a segunda via da conta pela internet.

RGE: bit.ly/2aviacontadeluz

Samae: bit.ly/2aviacontadeagua

CORRESPONDÊNCIAS E ENCOMENDAS

Se você não recebeu suas correspondências ou mercadorias, ligue para a Central de Atendimento aos Clientes dos Correios (CAC), pelo telefone 0800-7250100.

O cidadão que se sentir lesado poderá registrar reclamações diretamente ao Procon, pelo telefone 151 ou pelo site caxias.rs.gov.br/procon

Leia mais:
Investigação sobre criança desaparecida em Caxias do Sul ainda é cercada de mistérios
Menina que desapareceu em Caxias estava sozinha no trajeto à escola
Polícias civis de Vacaria e Caxias do Sul intensificam buscas por criança desaparecida

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros