Fundador do Coral Nova Trento, em Flores da Cunha, maestro Félix Slaviero morre em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Gente03/03/2018 | 14h34Atualizada em 03/03/2018 | 14h34

Fundador do Coral Nova Trento, em Flores da Cunha, maestro Félix Slaviero morre em Caxias do Sul

Aos 88 anos, ele era um dos maiores entusiastas do folclore italiano

Fundador do Coral Nova Trento, em Flores da Cunha, maestro Félix Slaviero morre em Caxias do Sul Nereu de Almeida/Agencia RBS
Félix Slaviero posa para reportagem do Pioneiro publicada em 2008 sobre os nascidos no dia de Natal, 25 de dezembro Foto: Nereu de Almeida / Agencia RBS

Um dos maiores propagadores da música italiana na Serra e no Brasil, o maestro Félix Natal Slaviero morreu na manhã deste sábado, aos 88 anos, no Hospital Unimed, em Caxias do Sul, em decorrência de um câncer. O velório está sendo realizado na sala A da Capela São Luiz, em Flores da Cunha. Às 10h30min de domingo haverá missa na Igreja Matriz do município e, em seguida, o corpo será cremado no Memorial Crematório São José, em Caxias.

Entusiasta da cultura italiana, Slaviero fundou o Coral Nova Trento em Flores da Cunha no ano de 1972 e permaneceu à frente do grupo até 2016, quando passou a regência do coro, atualmente com 16 integrantes, à maestrina Cibele Tedesco. Presidente do Coral Nova Trento há 40 anos, Severino Bulla, 82, lembra de Slaviero como um homem exigente e que sempre zelava pelo bem de todos.

— Ele era a alma do coral — lembra Bulla, amigo de Slaviero há cinco décadas. 

A última vez que mantiveram contato foi no último 25 de dezembro, quando Slaviero comemorava aniversário. Ao longo da trajetória do grupo, o coral realizou centenas de apresentações no Rio Grande do Sul, em outros Estados e no Exterior, em países como Itália, Estados Unidos e Argentina.

— Chegamos a nos apresentar 60 vezes por ano, ou seja mais de duas vezes por semana. Ele sempre era muito animado e alegrava muito quem nos assistia — recorda Bulla.

Slaviero deixa a mulher, Lia Kunz Slaviero, os filhos, Antônio e Sandra, e um neto. Nascido em Otávio Rocha, distrito de Flores da Cunha, recebeu em 1994 o título de cidadão caxiense da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.

Além do Coral Nova Trento, Félix Slaviero participou de diversos outros coros na Serra e no Rio Grande do Sul.

Leia também:
Comunidade da Linha 40, em Caxias, promove festa de Santo Antão neste domingo
Meu emprego é um sonho: conheça histórias de pessoas que têm um trabalho de fazer inveja
Catedral Diocesana de Caxias vai receber nova pintura externa
Restaurante de Caxias inaugura Casa na Árvore para o público infantil

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros