Atraso do Ministério da Saúde deixa Caxias sem vacina pentavalente - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Saúde13/03/2018 | 14h43Atualizada em 13/03/2018 | 14h53

Atraso do Ministério da Saúde deixa Caxias sem vacina pentavalente

Prefeitura da cidade ainda não recebeu nenhuma dose em março

Atraso do Ministério da Saúde deixa Caxias sem vacina pentavalente Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

 A rede pública de saúde de Caxias do Sul está sem vacina pentavalente, que previne doenças como tétano e meningite. A falta, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, se deve a um atraso do envio pelo Ministério da Saúde, responsável pela compra da vacina. Em março, a secretaria da saúde não recebeu as doses.

Segundo a Nota Informativa Nº 43/2018 do Ministério da Saúde, as vacinas, importadas, chegaram ao país em julho de 2017 e desde então passam por análises de comprovação de qualidade. As doses, ainda de acordo com a prefeitura, devem começar a ser enviadas pelos estados neste mês.

O Ministério da Saúde recomenda a aplicação em três doses: aos dois, quatro e seis meses de vida da criança.


Leia também:
Natalia Bianchi abre exposição "Efêmera", nesta terça-feira, em Caxias do Sul
Latinhas e tampinhas: saiba como ajudar projetos que cuidam de animais em Caxias
Investigação sobre criança desaparecida em Caxias do Sul ainda é cercada de mistérios
Menina que desapareceu em Caxias estava sozinha no trajeto à escola
Polícias civis de Vacaria e Caxias do Sul intensificam buscas por criança desaparecida 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros