Samae recua e não cobrará água de entidade que atende crianças carentes de Caxias - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Assistência06/02/2018 | 17h01Atualizada em 06/02/2018 | 18h05

Samae recua e não cobrará água de entidade que atende crianças carentes de Caxias

Situação da entidade foi reavaliada pela autarquia

Samae recua e não cobrará água de entidade que atende crianças carentes de Caxias Suelen Mapelli/Agência RBS
Foto: Suelen Mapelli / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

A Associação Criança Feliz, de Caxias do Sul, seguirá com isenção total no pagamento da tarifa de água. A decisão foi informada à entidade na tarde desta terça-feira pela equipe do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), que reavaliou a situação da associação e pode enquadrá-la como filantrópica. Desta forma, ela seguirá não pagando a conta de água - valor estimado em R$ 2 mil mensais, o que agravaria a manutenção do serviço, segundo a gerente da Criança Feliz, Cibele da Rosa.

 
Leia mais:
Associação Criança Feliz, em Caxias, é notificada a pagar a conta de água 

A associação foi notificada na semana passada. 

— Eles nos avisaram que vamos receber todo mês uma fatura sem código de barras. Assim, vamos acompanhar o consumo e evitar o desperdício —diz Cibele.

O Samae irá reavaliar todos os casos de isenção. Segundo o órgão, a Casa Anjos Voluntários também foi notificada.

A Criança Feliz atende a 230 crianças e adolescentes de seis a quinze anos. A entidade funciona há 23 anos. O custo mensal é de R$ 350 por pessoa atendida. Os recursos da associação vêm de verbas repassadas pelo município, o que representa 40% do total. O restante é arrecadado por meio de doações e festas organizadas pela entidade.

Leia também:
Em oito momentos, como foi o ataque a carro-forte em Bento Gonçalves


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros