Memória: Miss Brasil visita a Brazex em 1958 - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Caxias antiga06/02/2018 | 07h31Atualizada em 10/07/2018 | 19h07

Memória: Miss Brasil visita a Brazex em 1958

Terezinha Morango conheceu o prédio onde funcionavam o varejo e os escritórios da Metalúrgica Gazola

Memória: Miss Brasil visita a Brazex em 1958 Studio Geremia/Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami,divulgação
Terezinha e José Gazola em visita aos escritórios da Brazex. Ao fundo (sentado), o diretor Ivo Gazola Foto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami,divulgação

Assim como o varejo do Eberle, a loja Brazex, pertencente à Metalúrgica Gazola, também era roteiro obrigatório para os turistas e personalidades que visitavam a Festa da Uva nos anos 1950, 1960 e 1970.

Foi por lá, entre faqueiros, pratarias e cristais, que circulou a Miss Brasil 1957, Terezinha Morango. Chegada à cidade em 1º de março de 1958, para a abertura da Festa, a jovem de 21 anos foi recepcionada pelo fundador, José Gazola, e conheceu o moderníssimo novo prédio da empresa – surgido em 1953 na esquina da Av. Júlio de Castilhos com a Rua Alfredo Chaves, sob o nome Brazex Aços Máquinas Ltda.

Na imagem acima, um flagrante da miss visitando os escritórios localizados nos andares superiores. Além de José Gazola, a foto traz alguns funcionários e o então diretor comercial da firma, Ivo Antonio Gazola (sentado, ao fundo). Na imagem abaixo, Terezinha confere os famosos faqueiros Elmo, junto aos diretores José Ariodante Mattana e Sylvio Gazola (à esquerda) e o casal Odith Silla Gazola e José Gazola (à direita).

Visita da Miss Brasil 1957 Terezinha Morango ao Edifício Brazex, onde funcionavam o varejo e os escritórios da Metalúrgica Gazola. Data: março de 1958, durante a Festa da Uva de 1958. Na imagem, Terezinha Morango confere os faqueiros com os famosos Talheres Elmo.
José Ariodante Mattana, Sylvio Gazola, Terezinha Morango, Odith Gazola e José Gazola em março de 1958Foto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami,divulgação
Visita da Miss Brasil 1957 Terezinha Morango ao Edifício Brazex, onde funcionavam o varejo e os escritórios da Metalúrgica Gazola. Data: março de 1958, durante a Festa da Uva de 1958. Na imagem, Terezinha Morango confere com José Gazola os faqueiros com os famosos Talheres Elmo.
José Gazola demonstra a Terezinha os clássicos faqueiros Elmo, produzidos pela Metalúrgica GazolaFoto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami,divulgação
Visita da Miss Brasil 1957 Terezinha Morango ao Edifício Brazex, onde funcionavam o varejo e os escritórios da Metalúrgica Gazola. Data: março de 1958, durante a Festa da Uva de 1958. Na imagem, Terezinha Morango confere os faqueiros com os famosos Talheres Elmo.
Terezinha Morango confere os clássicos faqueiros ElmoFoto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami,divulgação
Visita da Miss Brasil 1957 Terezinha Morango ao Edifício Brazex, onde funcionavam o varejo e os escritórios da Metalúrgica Gazola. Data: março de 1958, durante a Festa da Uva de 1958. Na imagem, Terezinha Morango confere os faqueiros com os famosos Talheres Elmo.
Terezinha Morango foi a segunda Miss Brasil a visitar Caxias, na sequência de Martha Rocha, em 1955Foto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami,divulgação

Leia mais:
Terezinha Morango visita o Varejo do Eberle em 1958
Martha Rocha, Miss Brasil 1954, visita Caxias do Sul
Varejo do Eberle: um clássico do Centro
Gazola: pérolas de um acervo
Metalúrgica Gazola homenageia pracinhas em 1950
A inauguração da Loja Brazex em 1952

Edifício Brazex, pertencente à Metalúrgica gazola. Em estilo modernista, foi inaugurado em 10 de janeiro de 1953, na esquina da Avenida Júlio de castilhos com a Rua Alfredo Chaves. Abrigava os escritórios e o varejo da Gazola, onde eram vendios objetos de cutelaria e a prataria da empresa.
O moderno Edifício Brazex à época da inauguração, em 1953, na esquina da Júlio com a Alfredo ChavesFoto: Studio Tomazoni Caxias / acervo Memorial Gazola,divulgação

Ícone modernista

O Edifício Brazex foi inaugurado em 10 de janeiro de 1953, concentrando a direção e os setores de contabilidade, mostruários e expedição da Gazola. Traduziu-se em um marco da arquitetura modernista da época, por suas linhas retas e funcionais e pelo aproveitamento da luz natural. 

Também foi o primeiro prédio da cidade a dispor de aparelhos de calefação e uma fachada totalmente envidraçada, permitindo uma ampla visão dos artigos expostos na loja do térreo.

Leia mais:
A história de Anoema da Costa Lima, a vítima esquecida da explosão de 1943 na Metalúrgica Gazola

Comunidade recorda os 74 anos da explosão de 1943 no Memorial Gazola, em Caxias do Sul
Memorial Gazola abriga material bélico produzido pela empresa durante a Segunda Guerra MundialFoto: Rodrigo Lopes / Divulgação

O Memorial Gazola

Boa parte da trajetória da antiga Metalúrgica Gazola pode ser conferida no Memorial Gazola – Museu da Metalurgia de Caxias do Sul. O espaço, junto à antiga fábrica, na BR-116, preserva centenas de documentos, fotografias, catálogos, objetos de cutelaria, artefatos bélicos e material referente à participação da Gazola, Travi & Cia na Segunda Guerra Mundial, quando a empresa foi declarada de interesse militar pelo Exército Brasileiro. 

As visitas podem ser feitas às terças e quintas, das 14h às 17h. Mais informações pelos fones (54) 3041.1511 e 98132.5438 ou pelo www.memorialgazola.com.br.

Comunidade recorda os 74 anos da explosão de 1943 no Memorial Gazola, em Caxias do Sul
Fotografias, documentos e catálogos integram o acervo preservado na antiga sede da empresa, na BR-116Foto: Rodrigo Lopes / Divulgação

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros