Frei Jaime: pequenas permissões abrem espaços para grandes invasões - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião01/02/2018 | 09h43Atualizada em 01/02/2018 | 09h43

Frei Jaime: pequenas permissões abrem espaços para grandes invasões

O tempo é o grande aliado na construção dos laços, que fortalecem e definem o pertencimento

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

Para tornar-se próximo e até íntimo de uma pessoa, é necessário um longo tempo. É um processo que supõe maturidade, capacidade de compreensão, habilidade na leitura dos sinais. Ninguém consegue chegar e tornar-se imediatamente 'um velho conhecido.' O tempo é o grande aliado na construção dos laços, que fortalecem e definem o pertencimento. É maravilhoso perceber as etapas de construção de uma grande amizade e de um grande amor.

Um alicerce sólido requer a melhor argamassa, a mais densa estrutura. Não é diferente com a vida. O que nasce para ser eterno não surge apenas de um primeiro olhar ou de uma gentiliza que tocou a alma. Sempre há um começo, assim como sempre haverá uma construção posterior. Até alguns estranhamentos podem, quando superados, contribuir para fortalecer o essencial. Pequenas permissões são necessárias e fazem bem, pois estabelecem a espontaneidade. Por outro lado, as invasões afetivas não ajudam em nada, simplesmente atrapalham ou comprometem o que poderia ser duradouro.

Respeitar etapas, compreender a existência do momento certo para tudo, não tem sido uma constância no cotidiano. Parece haver uma imposição de um jeito até pouco delicado de ser: alguns exigem que tudo se molde conforme seu próprio gosto e postura. É questão de elegância chegar, observar, adequar-se, para depois emitir uma opinião, contribuir com o seu específico. Muita gente continua afirmando 'eu sou assim e não vou mudar.' Dificilmente tais pessoas serão 'bem-vindas' em determinados ambientes.

O ideal é marcar presença deixando o melhor de si, inspirando admiração e respeito. Invasões emocionais provocam distâncias, prejudicam amizades, dividem encontros. O interessante se dá quando os demais percebem e lamentam sua ausência. Novos tempos aguardam por novas posturas.

Leia também
Iotti: Lula nas pesquisas
Andrei Andrade: a empatia corre na contramão
Inauguração da gruta de Nossa Senhora de Lourdes em 1943

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros