Estradas da Serra terão seis dias de fiscalização intensa no feriadão de Carnaval - Geral - Pioneiro
 

Operação Viagem Segura08/02/2018 | 18h00Atualizada em 08/02/2018 | 18h00

Estradas da Serra terão seis dias de fiscalização intensa no feriadão de Carnaval

Expectativa é de que o movimento seja intenso na Rota Sol, na ERS-122 e na BR-116 já no começo da tarde desta sexta-feira

Estradas da Serra terão seis dias de fiscalização intensa no feriadão de Carnaval PRF / divulgação/divulgação
Foto: PRF / divulgação / divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A saída para o feriadão de Carnaval terá reforço na fiscalização de estradas federais e estaduais da Serra. Por seis dias seguidos, a contar desta sexta-feira até o final da noite da próxima quarta-feira, membros da Polícia Rodoviária Federal, da Brigada Militar (BM) e do Comando Rodoviário da BM vão intensificar as abordagens nas três principais rodovias da região de Caxias do Sul. 

Mesmo que o período não seja considerado o mais violento do ano nas estradas, é nessa sequência de dias de folia que são registrados um dos maiores fluxos de veículos, além de altos índices de infrações devido a imprudência dos motoristas. Conforme o comandante do Grupamento Rodoviário da Brigada Militar em Farroupilha, tenente Marcelo Stassak, a RSC-453 (Rota do Sol) vai permanecer com as abordagens constantes que ocorrem desde o início do verão. A ERS-122 também deve ter ampliação na fiscalização. A ação faz parte da operação Viagem Segura, que tem o apoio do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS).

— É uma época complicada por ter dias mais quentes, festas e ingestão de bebidas alcoólicas. O que a gente percebe como problema, principalmente, na Rota do Sol são as ultrapassagens irregulares e a alta velocidade. É aquela velha história da pressa em chegar em casa depois de uma viagem. O que tentamos fazer é conscientizar e garantir segurança para todos que utilizam a estrada — avalia.

A Polícia Rodoviária Federal promete intensificar o uso de radares para coibir excessos de velocidade. Também será utilizado helicóptero durante a operação. Todo condutor que for fiscalizado será convidado a fazer o teste do bafômetro. 

Leia mais:
Aproveite o sol: vai chover no final de semana na Serra e no Litoral

Como o Carnaval é considerado ponto facultativo, muitas empresas de Caxias não liberaram os funcionários para o feriadão. Porém, a Polícia Rodoviária Federal trabalha com a previsão de movimento intenso na BR-116, rodovia que faz ligação com outros municípios do interior. A expectativa é de que o fluxo se intensifique já no começo da tarde desta sexta-feira, com pico maior durante o sábado. Já no retorno do feriadão, o movimento mais intenso deve ocorrer entre a madrugada e a tarde de terça-feira. 

Nos trechos estaduais, é a Rota do Sol que deve registrar grande fluxo de veículos: o Grupo Rodoviário acredita que a volta do feriado seja a mais movimentada, por coincidir também com o término das férias escolares. A previsão é que na tarde desta sexta, a partir das 14h, muitos veículos se desloquem até o Litoral. No retorno, a expectativa é de fluxo intenso durante toda a terça-feira e também na manhã de quarta-feira. 

Conforme o Detran-RS, a média nos últimos onze anos foi de 5,4 vítimas fatais por dia no feriadão de Carnaval, número considerado abaixo da média geral dos outros 15 feriados prolongados em que são realizadas abordagens referente a mesma operação _ 6,5 mortes por dia. No ano passado, 29 pessoas morrem após acidentes em rodovias gaúchas, considerando as vítimas que entraram em óbito até 30 dias depois do acidente.

Viagem Segura

Nas 84 edições já realizadas até o momento, mais de 5,1 milhões de veículos foram fiscalizados. O resultado foi a autuação de 892,6 mil infrações, o recolhimento de mais de 86 mil veículos e 23 mil Carteiras Nacionais de Habilitação. Foram realizados 184 mil testes de etilômetro, que registraram 15,3 mil infrações por alcoolemia, além de outras 2,3 mil por recusa ao teste.

Leia também:
Cerco a criminosos que atacaram carro-forte na Serra já dura dois dias
Representantes do carnaval de rua de Caxias afirmam que agremiações precisam refletir sobre futuro do evento na cidade
Caminhoneiro morre em acidente na ERS-431, em Bento Gonçalves

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros