Doze escolas estaduais de Caxias do Sul ainda não iniciaram ano letivo de 2018 - Geral - Pioneiro
 

Volta às aulas27/02/2018 | 13h12Atualizada em 27/02/2018 | 13h51

Doze escolas estaduais de Caxias do Sul ainda não iniciaram ano letivo de 2018

Última instituição a retomar as atividades será a Clauri Flores

Doze escolas estaduais de Caxias do Sul ainda não iniciaram ano letivo de 2018 Jonas Ramos/Agencia RBS
Por causa da greve do magistério, os estudantes tiveram aulas estendidas Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

A primeira escola estadual de Caxias do Sul a voltar às aulas depois do período regular, que era até 26 de fevereiro, será a Maria Araci, no bairro Santa Lúcia Cohab. As atividades serão retomadas nesta quarta-feira. Dez colégios têm retorno marcado entre os dias 2 e 12 de março. No Evaristo de Antoni, no bairro São José, apenas o ensino médio volta no dia 23 — as demais turmas já retornaram. A última escola a iniciar o ano letivo 2018 será a Clauri Flores, no bairro Santa Fé, no dia 2 de abril. Por causa da greve do magistério, os estudantes tiveram aulas estendidas e o ano letivo do ano passado encerrou apenas nesta terça-feira.

Leia mais:
Quatro escolas municipais de Caxias do Sul foram fechadas no final de 2017
Cristóvão começa Ensino Médio em tempo integral com dificuldades na segunda-feira
Ano letivo da rede municipal de ensino inicia com novidades, em Caxias do Sul

Conforme o diretor da escola, Antônio Staudt, não houve prejuízo na frequência dos alunos. Segundo ele, a evasão é comum na Clauri Flores por causa da situação sócio-econômica, já que o colégio fica em uma região de vulnerabilidade social. 

— Repusemos todas as aulas. Não fizemos de conta (de que havia aulas). Os professores estavam cientes de que tinha a greve, mas os alunos não podem sair prejudicados — afirma.

O ano letivo de 2018 na Clauri Flores deve seguir até 29 de dezembro. O calendário escolar ainda está sendo finalizado e terá de ser aprovado pelos professores no final de março. Conforme Staudt, a previsão é que 23 sábados tenham aula ao longo do ano. A escola tem aproximadamente 500 alunos.

No total, 28 escolas de Caxias iniciaram o ano letivo na última segunda. A 4ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) atualizou a informação nesta semana. Até meados da semana passada, a previsão era de retorno de 21 escolas.

Redução de turno

Duas escolas estaduais de Caxias do Sul iniciam o ano letivo com redução de um turno. A Ivanyr Marchioro, no bairro Jardelino Ramos, e a Engenheiro João Magalhães, no centro, vão ter aulas apenas à tarde. O motivo, segundo a 4ª Coordenadoria Regional de Educação, é a redução da demanda. 

Mesmo com capacidade para 200 estudantes por turno, a Ivanyr Marchioro tem matrícula de cerca de 150 alunos. A redução, segundo a diretora Marli Petrocelli Carvalho, vem ocorrendo de forma gradativa. Entre os motivos, ela avalia que está a mudança de famílias para loteamentos populares. Outro aspecto é a queda na taxa de natalidade, conforme a professora. 

— A gente gostaria de manter os dois turnos, mas infelizmente é determinação e temos de cumprir — comenta.

Na escola João Magalhães, conforme a 4ª CRE, a capacidade é de atender cerca de 80 alunos em cada turno. Segundo a titular da CRE, Janice Moraes, a demanda não justifica a continuidade do funcionamento da estrutura de manhã e à tarde.

— O atendimento normal fica concentrado em só (turno). Daí, a merenda é feita num turno só também. É otimização mesmo — explica. 

 Leia também:
Quadrilha é presa em Guaporé com drogas, arma e carro roubado
Casal é denunciado por duplo homicídio no bairro Cristo Redentor, em Caxias do Sul
CVV de Caxias busca voluntários para ampliar trabalho de prevenção ao suicídio  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros