Doze escolas estaduais de Caxias do Sul ainda não iniciaram ano letivo de 2018 - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Volta às aulas27/02/2018 | 13h12Atualizada em 27/02/2018 | 13h51

Doze escolas estaduais de Caxias do Sul ainda não iniciaram ano letivo de 2018

Última instituição a retomar as atividades será a Clauri Flores

Doze escolas estaduais de Caxias do Sul ainda não iniciaram ano letivo de 2018 Jonas Ramos/Agencia RBS
Por causa da greve do magistério, os estudantes tiveram aulas estendidas Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

A primeira escola estadual de Caxias do Sul a voltar às aulas depois do período regular, que era até 26 de fevereiro, será a Maria Araci, no bairro Santa Lúcia Cohab. As atividades serão retomadas nesta quarta-feira. Dez colégios têm retorno marcado entre os dias 2 e 12 de março. No Evaristo de Antoni, no bairro São José, apenas o ensino médio volta no dia 23 — as demais turmas já retornaram. A última escola a iniciar o ano letivo 2018 será a Clauri Flores, no bairro Santa Fé, no dia 2 de abril. Por causa da greve do magistério, os estudantes tiveram aulas estendidas e o ano letivo do ano passado encerrou apenas nesta terça-feira.

Leia mais:
Quatro escolas municipais de Caxias do Sul foram fechadas no final de 2017
Cristóvão começa Ensino Médio em tempo integral com dificuldades na segunda-feira
Ano letivo da rede municipal de ensino inicia com novidades, em Caxias do Sul

Conforme o diretor da escola, Antônio Staudt, não houve prejuízo na frequência dos alunos. Segundo ele, a evasão é comum na Clauri Flores por causa da situação sócio-econômica, já que o colégio fica em uma região de vulnerabilidade social. 

— Repusemos todas as aulas. Não fizemos de conta (de que havia aulas). Os professores estavam cientes de que tinha a greve, mas os alunos não podem sair prejudicados — afirma.

O ano letivo de 2018 na Clauri Flores deve seguir até 29 de dezembro. O calendário escolar ainda está sendo finalizado e terá de ser aprovado pelos professores no final de março. Conforme Staudt, a previsão é que 23 sábados tenham aula ao longo do ano. A escola tem aproximadamente 500 alunos.

No total, 28 escolas de Caxias iniciaram o ano letivo na última segunda. A 4ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) atualizou a informação nesta semana. Até meados da semana passada, a previsão era de retorno de 21 escolas.

Redução de turno

Duas escolas estaduais de Caxias do Sul iniciam o ano letivo com redução de um turno. A Ivanyr Marchioro, no bairro Jardelino Ramos, e a Engenheiro João Magalhães, no centro, vão ter aulas apenas à tarde. O motivo, segundo a 4ª Coordenadoria Regional de Educação, é a redução da demanda. 

Mesmo com capacidade para 200 estudantes por turno, a Ivanyr Marchioro tem matrícula de cerca de 150 alunos. A redução, segundo a diretora Marli Petrocelli Carvalho, vem ocorrendo de forma gradativa. Entre os motivos, ela avalia que está a mudança de famílias para loteamentos populares. Outro aspecto é a queda na taxa de natalidade, conforme a professora. 

— A gente gostaria de manter os dois turnos, mas infelizmente é determinação e temos de cumprir — comenta.

Na escola João Magalhães, conforme a 4ª CRE, a capacidade é de atender cerca de 80 alunos em cada turno. Segundo a titular da CRE, Janice Moraes, a demanda não justifica a continuidade do funcionamento da estrutura de manhã e à tarde.

— O atendimento normal fica concentrado em só (turno). Daí, a merenda é feita num turno só também. É otimização mesmo — explica. 

 Leia também:
Quadrilha é presa em Guaporé com drogas, arma e carro roubado
Casal é denunciado por duplo homicídio no bairro Cristo Redentor, em Caxias do Sul
CVV de Caxias busca voluntários para ampliar trabalho de prevenção ao suicídio  

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros