Cerca de 250 tratores participam de romaria ao Santuário de Caravaggio, em Farroupilha - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

02/02/2018 | 15h10Atualizada em 02/02/2018 | 15h52

Cerca de 250 tratores participam de romaria ao Santuário de Caravaggio, em Farroupilha

Celebração em que agricultores agradecem a colheita é tradição há 118 edições

Cerca de 250 tratores participam de romaria ao Santuário de Caravaggio, em Farroupilha Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A Nossa Senhora que fez brotar água no local da aparição em Caravaggio, na Itália, é lembrada também em todos os dias 2 de fevereiro na Serra Gaúcha pela chuva. Há 118 edições, agricultores participam de uma romaria no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, em Farroupilha, para lembrar a peregrinação de 1899, quando produtores rurais que sofriam com a seca foram atendidos com chuva durante o percurso. Nesta sexta-feira, cerca de 250 tratores participaram da procissão e levaram diversos quilos de uva e outras frutas para agradecer a colheita.

 Farroupilha, RS, Brasil (02/02/2018). 118º  Romaria Votiva. Santuário de Caravaggio realiza 118º Romaria Votiva. Agricultores Agradecem pela boa colheita, ofertando frutos no altar.    (Roni Rigon/Poneiro).
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O agricultor José Pasa, conhecido como Bepe, participa das romarias há 73 anos. Há 16, faz parte da comunidade de Linha Julieta que auxilia na montagem das frutas no carro que leva a imagem da santa durante a procissão. A principal produção de Bepe é de morango e ele destaca que a colheita antecipada deste ano por pouco não atrapalhou os preparativos para a romaria.

No dia 26 de maio, data que marca a aparição da santa na Itália, o tempo bom melhora a expectativa de participação de fiéis na programação religiosa em Farroupilha. No caso da romaria votiva, ocorre o contrário, porque muitos agricultores não podem participar da celebração já que aproveitam o bom tempo para colher. Como o mês de janeiro foi marcado pela chuva e a colheita veio mais cedo, o sol desta semana de romaria é uma dádiva para os agricultores que estão em pleno período de safra.

A procissão, que se iniciou por volta das 11h, durou quase uma hora para percorrer a Avenida Dom José Barea, que dá acesso ao santuário. As frutas levadas pelos agricultores durante esta sexta-feira serão doadas para instituições beneficentes, que atendem crianças e idosos.

Leia também
Agricultores fazem romaria ao Santuário de Caravaggio, em Farroupilha
Caminhadas desvendam interior de Nova Petrópolis

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros