Campanha da Fraternidade propõe criação de núcleos restaurativos junto a paróquias e igrejas de Caxias - Geral - Pioneiro

Religião14/02/2018 | 11h59Atualizada em 14/02/2018 | 12h00

Campanha da Fraternidade propõe criação de núcleos restaurativos junto a paróquias e igrejas de Caxias

"Fraternidade e superação da violência" foi o lema escolhido para a edição deste ano da campanha

Campanha da Fraternidade propõe criação de núcleos restaurativos junto a paróquias e igrejas de Caxias Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Com o lema "Fraternidade e superação da violência", a Igreja Católica lançou nesta quarta-feira no Brasil o tema que deve nortear a comunidade cristã no período de Quaresma. Embora a Campanha da Fraternidade ocorra em âmbito nacional, cada município opta por ações que vão de encontro ao movimento. 

Em Caxias, a Diocese se articulou junto ao poder judiciário para incentivar a instauração de núcleos de pacificação restaurativa nas igrejas e centros paroquiais da cidade. A ideia é formar mediadores de círculos de paz com as comunidades da cidade.

— Não é apenas nos judiciários e meios tradicionais que vamos superar a violência. É função que deve ser exercida na conviência e na reflexão de como resolvemos nossas diferenças — destacou durante o lançamento do lema da campanha o juiz de Direito e coordenador Estadual do Programa de Justiça Restaurativa do Tribunal do Estado, Leoberto Brancher.

O programa, que possui a intenção de propagar os valores restautivos por meio de comitês comunitários, espera conseguir mobilizar fieis e envolvidos nas práticas do catolicismo utilizando o apelo e a referência que representam igrejas e paróquias da cidade.

— Como lidar com a violência na sociedade e a que está instalada em nós mesmos? Acredito que essa seja a reflexão a se fazer e temos um exército de pessoas que podem contribuir para isso em nossa comunidade religiosa — comentou o vigário geral da Diocese de Caxias, padre Leonardo Pereira.

Um dos exemplos citados da execução de práticas restaurativas foram os círculos de paz já promovidos pela Paróquia Santa Catarina. Apesar de não haver ações pontuais planejadas para capacitação de mediadores e parcerias com paróquias, o bispo da Diocese de Caxias, Dom Alessandro Ruffinoni, convocou católicos e a população a aderir à campanha:

— Convidamos autoridades civis, entidades e outras religiões que nos apoiem no objetivo de superar a violência em nossa sociedade. Nosso objetivo não é só sentar e refletir e sim refletir e agir melhor no nosso dia a dia.

O lema da campanha é apresentado, tradicionalmente, na quarta-feira de cinzas, primeiro dia da quaresma. 

Leia também:
Desfile cênico em dois endereços e acesso aos Pavilhões de tirolesa: veja novidades da Festa da Uva 2019
Escolas estaduais da Serra fazem obras de recuperação para novo ano letivo
Após mais de 80 anos, família Balen deixa administração de cartório em Caxias do Sul

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros