Apesar de novo processo seletivo para turma em Caxias, Uergs quer transferência para Farroupilha - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Em negociação10/01/2018 | 12h31

Apesar de novo processo seletivo para turma em Caxias, Uergs quer transferência para Farroupilha

Prédio avaliado fica no acesso secundário ao Santuário de Caravaggio

Apesar de novo processo seletivo para turma em Caxias, Uergs quer transferência para Farroupilha Jonas Ramos/Agencia RBS
Direção da Uergs diz que expansão em Caxias é prejudicada pela falta de espaço no Instituto de Educação Cristóvão de Mendoza Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

A intenção da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) de direcionar alunos para Farroupilha a partir do processo seletivo deste ano não se confirmou. A unidade da instituição permanece em Caxias do Sul e vai oferecer 40 vagas para o curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Mesmo assim, a Uergs mantém a intenção de se instalar em um prédio da mitra diocesana, que fica no acesso secundário ao santuário de Caravaggio, próximo ao Ginásio do Saturno, em Farroupilha.

O diretor do Campus Regional II, Rodrigo Koch, explica que a expansão da Uergs em Caxias é prejudicada pela falta de espaço no Instituto Cristóvão de Mendoza. Segundo ele, a transferência para Farroupilha depende de obras no prédio em negociação e também de trâmites burocráticos. Embora a instituição seja mantida pelo Estado, o professor diz que as negociações são para que a prefeitura de Farroupilha assuma os custos com as intervenções na estrutura.

— A Uergs está em busca de espaços próprios e melhores, mas a situação é que as prefeituras têm de abraçar a causa. Se depender do Estado, vai demorar muito — afirma.

A prefeitura de Farroupilha diz que tem interesse em receber a Universidade, mas que não tem como arcar com todos os custos. Segundo o chefe de gabinete, José Adamoli, as obras estão orçadas em cerca de R$ 2 milhões.

— O poder público de Farroupilha não fará esse investimento sozinho. Isso é inquestionável — aponta.

Conforme Adamoli, a prefeitura solicitou informações sobre quais obras são necessárias para iniciar as atividades no município, sem que todo o projeto seja executado de uma só vez.

No ano passado, a Uergs também chegou a avaliar a migração de São Francisco de Paula para um município da Região das Hortênsias. Mas a prefeitura conseguiu recursos e iniciou obras de ampliação em uma das duas escolas que a Uergs ocupa no município. Um pavilhão, que estava desocupado na escola Antonio Francisco da Costa Lisboa, receberá novas salas de aula, laboratório e área administrativa.

Outra mudança prevista pela Uergs na Serra era a troca de prédio em Bento Gonçalves. A direção da Universidade pretende transferir as atividades da escola Bento Gonçalves para o Colégio Landell de Moura. Esse processo também segue em tramitação burocrática, conforme a direção Uergs.

Processo seletivo

Na Serra, o próximo processo seletivo da Uergs soma 120 vagas confirmadas até agora. Em Caxias do Sul, são 40 vagas para Ciência e Tecnologia de Alimentos; em Bento Gonçalves, 40 para Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia; e em São Francisco de Paula, 40 para Gestão Ambiental. As inscrições abrem no dia 29 de janeiro no site do Sisu.

Leia também
Acordo prevê desconto a educadores infantis em Caxias apenas pelos dias de greve
Prefeitura de Farroupilha desiste de UPA e quer utilizar prédio para centros de especialidades

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros