Publicado edital para novas casas lares em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Crianças e adolescentes04/12/2017 | 12h26Atualizada em 04/12/2017 | 12h26

Publicado edital para novas casas lares em Caxias do Sul

FAS quer priorizar modalidades de acolhimento diferentes dos abrigos

Publicado edital para novas casas lares em Caxias do Sul Daniela Xu/Agencia RBS
Foto: Daniela Xu / Agencia RBS

A Fundação de Assistência Social (FAS) de Caxias do Sul publicou nesta segunda-feira edital para seleção de uma entidade que irá administrar três novas casas lares na cidade. Os envelopes com as propostas serão abertos no dia 11 de janeiro. Cada casa tem capacidade para até oito crianças e adolescentes, e é administrada por um pai ou mãe social. Com isso, a perspectiva é ampliar a capacidade de acolhimento de crianças e adolescentes em 24 vagas.

Caxias do Sul tem atualmente 12 casas lares e três abrigos de acolhimento. Cada abrigo tem capacidade para 20 crianças e adolescentes mas, frequentemente, há superlotação.

A FAS busca dar prioridade a modalidades de acolhimento diferentes do abrigo. Conforme a diretora de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, Eler Sandra de Oliveira, outros formatos, como as casas lares e a família acolhedora, proporcionam um melhor convívio familiar e proximidade em função do grupo menor de convivência, trazendo ganhos afetivos, cognitivos e de interação social.

Outro edital que será lançado em breve é para contratar uma entidade que vai acompanhar seis famílias acolhedoras. Nessa modalidade, que será retomada no município, cada família fica responsável pelo cuidado de uma criança, em troca de um subsídio mensal.

A intenção da FAS é desativar no futuro um dos dois abrigos administrados diretamente pela Fundação: o Estrela Guia ou o Sol Nascente. Isso vai depender, no entanto, do Juizado da Infância e da Juventude, já que envolverá mudanças no tipo de acolhimento das crianças e dos adolescentes.


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros