Próximas estações de integração dos ônibus de Caxias do Sul devem ser construídas nos bairros Serrano e Ana Rech - Geral - Pioneiro

Troncalização do transporte03/12/2017 | 09h01Atualizada em 03/12/2017 | 09h01

Próximas estações de integração dos ônibus de Caxias do Sul devem ser construídas nos bairros Serrano e Ana Rech

Embora locais estejam definidos, ainda não há data para as obras saírem do papel

Próximas estações de integração dos ônibus de Caxias do Sul devem ser construídas nos bairros Serrano e Ana Rech Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A próxima etapa da troncalização do transporte coletivo de Caxias do Sul deve ocorrer com a construção de duas estações principais de integração (EPI) nos bairros Serrano e Ana Rech. Os terminais terão características diferentes das EPIs Floresta e Imigrante, já em operação, e deverão impactar cerca de 14 mil passageiros. As informações são da Rádio Gaúcha.

De acordo com o secretário de Trânsito, Cristiano de Abreu Soares, a localização das estações foi definida a partir de um estudo de origem e destino. O levantamento apontou a necessidade de construir a estação de Ana Rech em frente à Marcopolo, devido à demanda de funcionários da empresa. O terminal deverá ser do modelo aberto, ao contrário das atuais. Isso significa que a integração será somente por meio do cartão e o embarque precisa ser realizado pela catraca. Já a estação do bairro Serrano está prevista para ser tubular e fechada com vidro. O modelo permitirá o pagamento da passagem na entrada da estação, ao invés de ser realizada dentro do ônibus, semelhante a uma estação de metrô. Essa característica também permite o embarque e o desembarque de forma mais ágil. 

Leia mais:
Simulação de um acidente com feridos marca nova rotatória instalada no trevo da Telasul, em Garibaldi
Veículo é furtado e depois queimado em Caxias
Casal da Nova Zelândia que viaja o mundo a bordo de um carro antigo está na Serra

Na última terça-feira (28), o Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT) aprovou a viabilidade de construção do terminal às margens do km 143 da BR-116, no bairro Serrano. As próximas etapas são a elaboração de estudos do terreno e projetos. A expectativa da Secretaria de Trânsito é que quando as estações estiverem em operação, a linha Ana Rech-Salgado Filho tenha o itinerário reduzido. Atualmente, o roteiro tem o trajeto mais longo da cidade. 

Com as mudanças, a intenção é criar uma linha troncal ligando o Serrano ao Centro e outra ligando Ana Rech ao Serrano. O planejamento, no entanto, pode sofrer alterações. A ampliação das estações de transbordo já tem R$ 8 milhões destinados pelo governo federal via PAC Mobilidade - Médias Cidades. As obras, porém, ainda não têm data para saírem do papel.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros