Prefeitura de Caxias abre licitação para selecionar quem vai administrar o Postão  - Geral - Pioneiro

Saúde01/12/2017 | 21h26Atualizada em 01/12/2017 | 21h26

Prefeitura de Caxias abre licitação para selecionar quem vai administrar o Postão 

Seis entidades já estão credenciadas para apresentar propostas. Processo será semelhante ao que escolheu o IGH para gerir a UPA Zona Norte

Prefeitura de Caxias abre licitação para selecionar quem vai administrar o Postão  Roni Rigon/Agencia RBS
Os 265 funcionários que hoje atuam no Pronto-Atendimento serão realocados para UBSs Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Foi publicado nesta sexta-feira, no Diário Oficial Eletrônico de Caxias do Sul, o edital de licitação para selecionar a entidade que fará a gestão e operacionalização do Pronto- Atendimento 24 Horas (Postão). Seis empresas, já credenciadas através de chamamento público, terão 15 dias para apresentar as propostas.

Conforme a prefeitura, a abertura dos envelopes ocorrerá próximo dia 18, às 9h, na Central de Licitações (Cenlic). Nesse dia, será feita a análise das ofertas para posterior abertura da documentação da entidade que apresentar o menor valor. As empresas que não forem escolhidas terão três dias úteis para apresentarem recurso, que deve ser julgado em outros três dias. Após o julgamento de eventuais recursos, o processo segue para homologação na Secretaria de Recursos Humanos e Logística.

O processo, segundo o Executivo, é idêntico ao que escolheu o Instituto de Gestão e Humanização (IGH) para a gestão compartilhada da UPA Zona Norte, com adaptações às necessidades do Postão.

 >> Postão de Caxias terá gestão compartilhada e funcionários serão realocados em unidades básicas
>> Entenda como fica o serviço de saúde em Caxias com a gestão compartilhada do Postão
>>
Em reunião do Conselho de Saúde, servidores se manifestam contra gestão compartilhada do Postão, em Caxias


Com a implantação da gestão compartilhada no Postão, a prefeitura pretende realocar todos os 265 funcionários (103 médicos, 117 profissionais da área de enfermagem, seis odontólogos, três farmacêuticos, um nutricionista, dois assistentes sociais e 33 servidores com funções administrativas) para as unidades básicas de saúde (UBSs). Com isso, o Postão deve passar por uma reorganização. 

O serviço de atendimento de urgência e emergência será prestado por uma organização social (pessoa jurídica sem fins lucrativos) que firmará um contrato de gestão com o Município. No entanto, serviços como Hemocentro, Samu e Central de Exames não entram no edital e seguem sob a responsabilidade da prefeitura.

 Credenciadas para participar da licitação
:: Associação Farroupilhense Pró-Saúde
:: Instituto Acqua – Ação, Cidadania, Qualidade Urbana e Ambiental
:: Instituto Brasileiro de Saúde, Ensino, Pesquisa e Extensão para o Desenvolvimento Humano (IBSaúde)
:: Instituto de Gestão e Humanização – IGH
:: Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH)
:: Pró-Saúde – Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar 


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros