Memória: construção do estádio Alfredo Jaconi - Geral - Pioneiro

Futebol07/12/2017 | 10h25Atualizada em 07/12/2017 | 10h25

Memória: construção do estádio Alfredo Jaconi

Na posse de Willy Sanvitto, em 29 de julho de 1972, foi anunciada a construção de um moderno estádio

Memória: construção do estádio Alfredo Jaconi Vasco Rech/Agencia RBS
Projeto dimensionou arquibancadas para receber 25 mil torcedores Foto: Vasco Rech / Agencia RBS

Na história do Esporte Clube Juventude, a década de 1970 foi marcada pela inauguração do Estádio Alfredo Jaconi. Na posse de Willy Sanvitto, durante o aniversário do clube, em 29 de junho de 1972, foi anunciada a construção de um moderno estádio. As obras  iniciaram em setembro de 1972.

Naquela época, o Juventude mobilizou a comunidade para angariar recursos financeiros. Entre os dirigentes que depositaram confiança no propósito de Willy Sanvitto destacam-se Walter Gastaldello, Milton Machado, Ogenir Manoel, Carlito Chies, Plínio Backendorf, Celso Empinotti, Dulcimar Pessato, Lívio Gazola, Francisco Michielin, Louseno Menegotto, Djalma Losquiavo, Helio Martinez, Aldo Migot, João Comandalli, Paulo Zugno, Euclides Zambiasi, Alfredo Sehbe, Julio Florian, João Fasoli, Jorge Sehbe, Silviro Cassina, entre outros.

Na imagem, percebe-se a construção das arquibancadas, em dezembro de 1973. Os trabalhos seriam concluídos em fevereiro de 1975. Em 23 de março de 1975, o moderno estádio foi inaugurado num jogo festivo com o Flamengo do Rio de Janeiro.

A paixão de Willy Sanvitto

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (05/12/2017).  O advogado Willy Sanvitto organizou a construção do estádio Alfredo Jaconi na década de 1970.  (Roni Rigon/Pioneiro).
Willy é uma das figuras históricas do JuventudeFoto: Vasco Rech / Agencia RBS

 A construção do moderno Estádio Alfredo Jaconi foi impulsionada pela paixão irrestrita do advogado Willy Sanvitto. Defensor da identidade do Juventude, sentiu-se estimulado para organizar e posicionar o clube como uma das referências do futebol brasileiro. Sanvitto não se convenceu da fusão que originou a Associação Caxias de Futebol,  mantendo-se fiel à sua origem.

Uma placa de bronze fixada no estádio é uma das homenagens que marcam a memória deste juventudista que viveu com a mentalidade de vitória em todas as circunstâncias. Em vida, Sanvitto viu o Juventude conquistar a Copa do Brasil, em 1999.

Estádio aconchegante

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (05/12/2017).  O advogado Willy Sanvitto organizou a construção do estádio Alfredo Jaconi na década de 1970.  (Roni Rigon/Pioneiro).
Obras demandaram quase três anos de trabalhoFoto: Vasco Rech / Agencia RBS

A direção do Juventude contratou os melhores técnicos e engenheiros para a edificação do estádio. Empresas  caxienses realizaram  inúmeros trabalhos. A Realsor desenvolveu o placar eletrônico. As cadeiras das sociais, elaboradas em fibra de vidro, foram produzidas pela Incopesca, especializada na fabricação de barcos de pesca. A capacidade para acolher 25 mil torcedores e um excelente ambiente para a realização do trabalho da imprensa e visitantes, coloca o Alfredo Jaconi entre os melhores do país.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória
 


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros