Frei Jaime: vida, um evento único - Geral - Pioneiro

Opinião06/12/2017 | 08h37

Frei Jaime: vida, um evento único

A vida pessoal é um evento único e, acima de tudo, extraordinário

Frei Jaime Bettega
Frei Jaime Bettega

jaime@ofmcaprs.org.br

 "Quando sabemos quem somos, não precisamos andar excessivamente preocupados com o que as pessoas pensam a nosso respeito" (Marcos/Cláudio).

A vida pessoal é um evento único e, acima de tudo, extraordinário. A convivência abre as portas e as janelas da individualidade e permite que os outros tenham uma percepção existencial. Impossível viver numa redoma ou não ser 'definido' pelos olhos alheios. A multiplicação dos meios eliminou distâncias: todos sabem ou imaginam quem é o outro. Permanecer no anonimato é algo praticamente impossível. Sem contar que parece crescer o número daqueles que dizem saber tudo de todos.

Quantos julgamentos desnecessários, quantos desentendimentos diários. Acontece que é mais fácil ocupar-se com detalhes dos outros e esquecer-se do autocuidado. Ter uma consciência clara de si mesmo, gostar do próprio jeito de ser e estar aberto para construir contínuas melhorias: aqui parece residir a síntese de uma personalidade equilibrada. Impossível viver bem dando excessiva atenção ao que os outros falam ou pensam em voz alta. Algumas observações são bem-vindas, pois ajudam na autoavaliação.

Faz bem, em alguns momentos, ver-se com os olhos dos outros, sem perder a essência da própria existência. Mas é imprescindível ter uma envergadura própria para não balançar diante de observações e críticas infundadas. Os outros sempre estarão respaldados pela liberdade de expressão. Porém, uma opinião não pode balançar uma história de vida. Muitos perdem facilmente a paz interior só no simples fato de tomar conhecimento do que os outros disseram. Viver é muito bom, mas é importante ter clareza da própria identidade, seguindo em frente, eliminando a distância entre as mãos e o coração, para garantir a realização de muitos sonhos.

Bênção! Paz & Bem! Santa Alegria! Abraço!  

Leia mais
Natalia Borges Polesso: Nossa saúde coletiva
Marcos Kirst: a quem a cultura incomoda

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros