Poda de árvores no espaço público pode levar até seis meses, em Caxias - Geral - Pioneiro

Serviço público07/11/2017 | 09h40Atualizada em 07/11/2017 | 09h40

Poda de árvores no espaço público pode levar até seis meses, em Caxias

Equipe da prefeitura diz que prioriza casos emergenciais, mas moradores relatam espera de até dois anos pelo serviço

Poda de árvores no espaço público pode levar até seis meses, em Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Luciane Ghedine Stallivieri, 42 anos, e a filha Isabela, cinco, temiam a queda de uma árvore e conseguiram a poda na última semana Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Demorou, mas chegou. Pelo menos dois anos após uma série de solicitações para que a prefeitura realizasse a poda de árvores em frente à calçada de casa, o morador do bairro São Leopoldo Gustavo Stallivieri conseguiu que o serviço fosse realizado na última sexta-feira (3) pela manhã. Ele havia contatado o Pioneiro no final de outubro, relatando que abria protocolos desde 2011, mas a manutenção nunca ocorria. Além disso, Stallivieri afirma que em 2015 chegou a ser multado pela prefeitura por ter aparado três árvores, sendo que, durante a vistoria,  os servidores não realizaram o corte nas outras duas plantas solicitadas. 

— Na semana passada (19 de outubro), tivemos um sinistro em virtude do temporal e parte da árvore caiu sobre o imóvel. Se eu fizesse a poda, seria multado. É impossível aguardar tanto tempo com a árvore perigando cair em cima da minha casa. Tenho uma filha pequena e não vou colocar em risco a vida da minha família — reclamou, na época.

A assessoria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) afirmou que não pôde verificar o que aconteceu com as solicitações de Gustavo feitas em 2009, 2011 e 2012, já que os processos já estão arquivados. Sobre o pedido de poda de junho 2013, a pasta explica que, em setembro de 2014, foi feita uma vistoria que constatou a necessidade da poda. Foi nesse dia que os fiscais verificaram a realização de "poda drástica em cinco exemplares exóticos de jacarandá", o que teria ocasionado a multa. As outras árvores foram podadas pela pasta em maio de 2015, conforme a assessoria, serviço contestado pelo morador.

O serviço executado na última sexta-feira foi realizado em resposta a uma nova solicitação, de outubro deste ano, conforme a Semma.

Cerca de 600 pedidos na fila

De acordo o diretor de serviços da Semma, Luiz Vacchi, para solicitar a poda de uma árvore é necessário abrir um protocolo junto à secretaria. O pedido passa por análise técnica e, se deferido, entra em uma fila. Vacchi explica que hoje há cerca de 600 solicitações aguardando. Por dia, são feitas entre 12 e 25 podas, conforme a complexidade do serviço. Em tese, a fila poderia ser zerada em pouco mais de um mês caso não houvessem novos pedidos, mas a equipe de 10 pessoas responsável pelo serviço prioriza casos mais graves e tem a responsabilidade de auxiliar outras entidades.

— A gente tem uma demanda muito grande, que se acumula ano após ano. Quando acontece algum problema, como temporais, temos de nos concentrar na situação de risco. Trabalhamos em apoio ao Corpo de Bombeiros e também atuamos com a RGE nos casos em que as árvores estão interferindo com a rede elétrica. Se não tem risco de queda, a poda pode demorar até seis meses — justifica. 

Sobre o caso tratado pela reportagem, Vacchi afirma que a poda das árvores foi realizada ao longo dos anos, de acordo com a necessidade.

— Antigamente, o pessoal fazia aquela poda drástica (que descaracteriza a árvore e pode danificar a planta), mas de um tempo para cá, só retiramos o que precisa, deixando a copa da árvore. 

De acordo com o diretor de serviços, os próprios moradores da área podaram drasticamente três árvores há alguns anos, o que deixou as plantas mais frágeis e com risco de queda.

— Fizemos uma nova poda e agora a área técnica vai avaliar a situação, talvez até substituir os exemplares — projeta.

COMO SOLICITAR A PODA

:: A poda de árvores no passeio público é de responsabilidade da Semma. O serviço deve ser solicitado por meio da abertura de um protocolo.
:: É possível realizar o processo pessoalmente no Setor de Serviços da pasta, no Parque dos Macaquinhos, portando um comprovante de residência e um documento com foto.
:: O solicitante recebe um número de protocolo e a solicitação é encaminhada para análise técnica da Semma.
:: Se, durante a visita ao local, é constatada a necessidade de poda, a solicitação entra na fila para ser efetuada.
:: Caso haja risco de queda da árvore, o processo recebe prioridade.
:: O processo é o mesmo para casos em que a árvore está interferindo com a rede de energia elétrica. A própria Semma faz o contato com a RGE.   
:: Informações: na Semma, pelos telefone 3901-1621 e 3901-1445 e no Alô Caxias, pelo 156.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros