Cartinhas do Papai Noel dos Correios já podem ser adotadas em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Solidariedade28/11/2017 | 07h00Atualizada em 28/11/2017 | 19h09

Cartinhas do Papai Noel dos Correios já podem ser adotadas em Caxias do Sul

Prazo para realizar o pedido de mais de 1,1 mil crianças carentes encerra no dia 15 de dezembro

Cartinhas do Papai Noel dos Correios já podem ser adotadas em Caxias do Sul Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Tradicionais nesta época do ano, as cartas escritas por crianças carentes e destinadas ao bom velhinho já podem ser adotadas em Caxias do Sul. Na segunda-feira, primeiro dia de adoções, mais de 200 foram apadrinhadas. Cerca de 1,1 mil pedidos foram destinados a campanha Papai Noel dos Correios, que completa 28 anos.

Entre os itens mais pedidos estão roupas, brinquedos e material escolar. Conforme a gerente da agência central, também há pedidos mais especiais e que chamam a atenção. As cartas podem ser adotadas até o dia 15 de dezembro, na agência central (Rua Sinimbu, nº 1951).

— Um menino pediu doações de roupas para que ele pudesse entregar a uma instituição que apoia pessoas com câncer. Ou seja, não pensou nas dificuldades dele e sim em ajudar outras pessoas. A campanha por si já é muito especial, mas quando recebemos pedidos assim, o coração vibra ainda mais — comemora Lidiana Roncatto Dornelles. 

Leia mais:
Incêndio destrói três casas em Caxias do Sul
Pelo menos 42 das 45 escolinhas conveniadas com a prefeitura estão fechadas em Caxias

Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,5 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios. No Rio Grande do Sul, mais de 36 mil foram disponibilizadas para adoção no ano passado. Destas, cerca de 35 mil foram adotadas e 30 mil tiveram os seus pedidos atendidos. Este ano, até o momento, estão disponíveis para adoção em todo o estado mais de 27 mil cartas.

Além de crianças que escrevem de forma direta ao Papai Noel, a campanha também contempla correspondências de estudantes de escolas da rede pública, matriculados até o 5º ano do Ensino Fundamental, e de instituições como abrigos, creches, orfanatos e núcleos socioeducativos. Nestes locais, a ideia é, também, trabalhar o desenvolvimento da redação com os alunos.

O objetivo principal da ação é responder às cartas das crianças que escrevem ao bom velhinho e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social. As cartas enviadas são lidas e selecionadas e, em seguida, são disponibilizadas para adoção. Os Correios não entregam cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais indicados pela empresa.

Os presentes são recebidos nos pontos divulgados pelos Correios para que posteriormente a entrega seja feita no próprio fluxo postal. Não é permitida a entrega direta do presente e, por este motivo, o endereço da criança não é informado ao padrinho.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros