BM confirma quatro mortes em ação no bairro Primeiro de Maio, em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Polícia23/11/2017 | 11h26Atualizada em 23/11/2017 | 14h25

BM confirma quatro mortes em ação no bairro Primeiro de Maio, em Caxias do Sul

Ainda não há informações sobre as circunstâncias do caso

BM confirma quatro mortes em ação no bairro Primeiro de Maio, em Caxias do Sul Mateus Frazão/Agencia RBS
Foto: Mateus Frazão / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Quatro homens foram mortos em uma ação da Brigada Militar no bairro Primeiro de Maio na manhã desta quinta-feira. Ainda não há identificação e nem detalhes das circunstâncias. Até o momento, não houve pronunciamento das autoridades.

Leia mais
MP de Caxias denuncia suposto líder que trazia drogas de Santa Catarina
Droga vendida por caxiense foi apreendida em laboratório de Bento Gonçalves

Três das quatro mortes teriam ocorrido em uma moradia, localizada próxima a uma associação de recicladores na Rua Antonio Nakhoul El Andari. Uma quarta pessoa foi atingida em uma viela. Conforme a Brigada Militar, uma espingarda calibre 12 e três revólveres foram encontrados no interior da residência.

Próximo ao local, moradores e familiares das vítimas protestaram contra a ação da polícia. Durante os momentos de tensão, um dos policiais militares apontou a arma em direção às pessoas, conforme presenciado pela reportagem do Pioneiro.

— Eles simplesmente arrombaram a porta e entraram atirando, sem ordem nenhuma e sem ter certeza que estava lá dentro — relatou a empregada doméstica, Marcia Fátima Silva dos Santos, que seria a mãe de uma das vítimas e afirmou morar em uma das moradias anexas da residência.

Após o isolamento do local, um efetivo considerável foi realocado para a ocorrência. Antes da chegada da perícia, mais de 10 viaturas estavam distribuídas pela rua. O Pelotão de Choque foi posicionado para proteger os acesso e garantir o transporte dos corpos.

De acordo com o comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), major Jorge Emerson Ribas, a guarnição foi deslocada para local para averiguação de um ponto de tráfico. Porém, ao chegarem na casa, foram recebidos a tiros.

— Uma investigação do setor de inteligência com apoio do Comando de Operações Especiais (COE) foi até lá para averiguação. Dois policiais entraram na viela, com o suporte de um terceiro. O confronto aconteceu entre os dois primeiros e os quatro indivíduos que estavam dentro da casa. Depois, um tentou fugir pelos fundos, mas a moradia já estava cercada. Nenhum policial ficou ferido — conta.

O comandante relata ter se impressionado com a quantidade de tiros. Ele também explica que investigações iniciais apontam para uma provável ligação dos mortos com uma facção.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros