Trevo de Fazenda Souza, em Caxias do Sul, será reformulado - Geral - Pioneiro

Obra05/09/2017 | 17h33Atualizada em 05/09/2017 | 18h00

Trevo de Fazenda Souza, em Caxias do Sul, será reformulado

Localizado na Rota do Sol, trecho irá receber uma rotatória para garantir mais segurança aos motoristas. Expectativa é de que obra seja entregue até o final de outubro

Trevo de Fazenda Souza, em Caxias do Sul, será reformulado Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Depois de anos de reivindicação por melhorias no trevo de acesso a Fazenda Souza, na Rota do Sol, o governador José Ivo Sartori assinou, nesta terça-feira, a ordem de serviço para a construção de uma rotatória no Km 155 da rodovia. O local já foi alvo de protestos da comunidade por conta de acidentes graves, causados pela péssima visibilidade. O trecho é classificado pelo Ministério Público (MP) como um dos 16 pontos críticos da rodovia, localizados na área urbana de Caxias do Sul. 

Em Fazenda Souza, devido ao tráfego intenso, os moradores precisam de muita paciência para acessar a rodovia: em feriados e finais de semana a quantidade de veículos faz com que os motoristas aguardem pelo menos 40 minutos. Por isso, o contrato com a empresa Dalfovo Construtora, vencedora da licitação, prevê a construção de uma rótula fechada, ou seja, o traçado será alterado para que a circulação de veículos passe a ocorrer no contorno do trevo e não mais no eixo principal da rodovia. Os trabalhos serão iniciados pelos aterros laterais, pois o segmento será ampliado para a construção da rótula.

— Foi uma luta longa, onde muitas pessoas abraçaram a nossa causa e nos ajudaram a conquistar essa vitória. Torcemos para que a obra consiga cessar de vez os acidentes e garanta mais agilidade para entrar na rodovia. Fazenda Souza está em festa — comemora Sandro Fantinel, morador da comunidade e que, inclusive, esteve em Brasília na semana passada para cobrar a construção da rótula.

Leia mais:
Remoção histórica muda a cara da Rota do Sol, em Caxias
Após incêndio, Marcopolo faz parceria com Agrale para retomar produção
Moradores do Cristo Redentor convivem com alagamentos há cinco anos

A obra já está em processo de deslocamento da rede elétrica. O contrato para a conclusão é de seis meses, mas a expectativa do governo é que a interseção esteja pronta para a cerimônia de beatificação do Padre João Schiavo no dia 28 de outubro, em Fazenda Souza. O secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, explica que a obra é mais um esforço do governo para recuperar a mobilidade do estado: desde o início do governo Sartori foram recuperados 1,8 mil quilômetros de estradas, além da reformulação de seis pontes sem cabeceira.

De acordo com o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), órgão responsável pelo trecho que também dá acesso ao bairro Ana Rech, em Caxias, o projeto foi elaborado ainda em 2016 com o objetivo de garantir mais segurança para todos os motoristas que passam por Fazenda Souza, bem como para os moradores de outras comunidades que utilizam o trevo para acessar a Rota do Sol.

— É menos uma intersecção perigosa que o estado deixa de ter — afirma Rogério Uberti, que também participou da assinatura da ordem de serviço no Centro Administrativo do Estado (Caff).

O orçamento previsto para a obra é de R$ 925 mil. Este é o valor máximo previsto na licitação lançada em junho deste ano.

COMO SERÁ A RÓTULA

O ponto vai ganhar uma rotatória central e canteiros para direcionar os fluxos de trânsito. Desta forma, a faixa da rodovia vai passar por alargamento e os veículos que trafegam entre Ana Rech e Fazenda Souza não precisarão cruzar os dois sentidos da Rota do Sol de uma só vez, como ocorre atualmente com a chamada rótula aberta. Os motoristas que seguem pela Rota do Sol terão passagem livre. Ao todo, a intervenção vai ocorrer ao longo de 200 metros da Rota do Sol.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros