Remoção de pombos da praça Dante Alighieri está prevista para começar em outubro - Geral - Pioneiro

Ação13/09/2017 | 14h38Atualizada em 13/09/2017 | 14h38

Remoção de pombos da praça Dante Alighieri está prevista para começar em outubro

Equipes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e entidades parceiras trabalham nos preparativos para a transferência

Remoção de pombos da praça Dante Alighieri está prevista para começar em outubro Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A remoção do excesso de pombos na praça Dante Alighieri, no centro de Caxias, está prevista para começar em outubro, mas ainda sem data exata. Equipes da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma) e entidades parceiras trabalham nos preparativos para a transferência. De acordo com a diretora do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal da secretaria, Marcelly Paes Felippi, a primeira etapa é o recolhimento de alguns animais de várias regiões do centro para a realização de análises. A intenção é descobrir se as pombas possuem doenças.  As informações são da Gaúcha Serra. 

Leia mais:
Famílias que abandonaras animais durante mudança para o Rota Nova,em Caxias, devem responder judicialmente.
Escola de Nova Petrópolis comemora reconstrução após incêndio.

A partir desse resultado será definido como a remoção será realizada e para onde serão levadas. Também não há previsão de quanto tempo a transferência deve levar. Segundo Marcelly, a intenção é remover somente o excesso de pombas e não toda a população do centro. Para que o trabalho tenha resultado a longo prazo é preciso que a população deixe de alimentar os animais. 

— Se as pessoas parassem de dar comida, as pombas iriam embora por si só. Quanto mais alimentos, mais elas procriam — alerta.

Embora seja proibido pela legislação municipal, cerca de quatro a cinco pessoas costumam alimentar as aves de forma contínua no centro, conforme Marcelly. Em alguns casos, nem as multas são suficientes para evitar a prática. O resultado disso, além do aumento do número de animais, é o maior risco de doenças para as pessoas, sujeira e mudanças no ecossistema.

O número de ratos no centro também acaba aumentando devido aos restos de comida. Na semana passada, uma nova desratização precisou ser realizada na praça Dante Alighieri. No final do mês, o local vai abrigar a Feira do Livro.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros