Polícia procura mulher que teria provocado acidente que matou rapaz em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Investigação06/09/2017 | 16h03Atualizada em 06/09/2017 | 18h12

Polícia procura mulher que teria provocado acidente que matou rapaz em Caxias do Sul

Motorista ainda não identificada conduzia um Fiat Sena vermelho e fugiu sem prestar socorro

Pioneiro
Pioneiro

Uma mulher em um Fiat Siena vermelho, de quatro portas, teria sido a responsável pelo acidente que matou Caetano Pereira Barbosa, 18 anos, na noite do último sábado, em Caxias do Sul.

Até então, a primeira informação era de que Caetano teria perdido o controle da moto que conduzia e batido contra um poste na Avenida Ruben Bento Alves, no trecho conhecido como Perimetral Oeste, no bairro Cinquentenário II. Na carona, estava um adolescente de 16 anos, que permanece internado no Hospital Pompéia. 

Contudo, uma testemunha confirmou na Delegacia de Trânsito (DT) que uma motorista ainda não identificada provocou o acidente. Segundo a versão investigada, Caetano e um amigo seguiam pela perimetral no sentido Cinquentenário II - Casa de Pedra. 

Leia mais
Esquartejada em Caxias do Sul poderá ser identificada pela comparação de digitais
Penitenciária Estadual de Caxias do Sul alcança limite de ocupação e é interditada

Quando passaram perto da Rua das Camélias, na saída do Cinquentenário II, tiveram a frente cortada pelo Siena. A motorista havia deixado o bairro sem obedecer a placa de pare. A moto bateu na lateral esquerda do carro, possivelmente na parte traseira. Em seguida, os jovens foram jogados contra um poste. Caetano morreu antes de receber socorro.


Instantes após o acidente, a mulher ingressou num refúgio da perimetral. Sem prestar socorro, desligou o farol do carro para não chamar a atenção e fugiu no sentido Cinquentenário II-Viaduto Campo dos Bugres. A motorista foi descrita como sendo branca, de cabelo castanho claro ou loiro até os ombros. Ela estava sozinha no carro. A testemunha, porém, não conseguiu anotar a placa do Siena, que seria de um modelo novo.

Conforme a delegada responsável pelo caso, Suely Rech, o veículo tem danos na lataria, o que facilita a identificação caso a proprietária tenha procurado alguma oficina para reparos ou tenha sido visto circulando pela cidade. Por esse motivo, os agentes da DT aguardam denúncias que levem ao paradeiro ou ajudem na identificação da mulher. 

Informações podem ser repassadas para o telefone (54) 3221.8722 (Delegacia de Trânsito), de segunda a sexta-feira, em horário comercial, ou pelo telefone 190 (Brigada Militar).

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros