Memória: O campanário da Catedral de Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Centenário14/09/2017 | 11h07Atualizada em 14/09/2017 | 11h08

Memória: O campanário da Catedral de Caxias do Sul

No dia 14 de setembro de 1917, o enorme guindaste da Guinchos Vanin despertou fortes emoções nas pessoas que passavam pela Rua Sinimbu.

Memória: O campanário da Catedral de Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Há 10 anos, a comunidade católica de Caxias do Sul estava mobilizada para construção e a conclusão do campanário da Catedral Diocesana. O projeto, idealizado em 1917, teve que ser suspenso para priorizar os recursos com destinos mais urgentes da atividade religiosa. No entanto, 90 anos depois, com apoio de uma comissão, formada por empresários e membros da comunidade católica, foram arrecadados valores para finalizar um sonho de ouvir os três gigantes sinos numa torre exuberante. Os trabalhos, retomados em fevereiro de 2007, apresentaram facilidades técnicas que não existiam em 1917. A movimentação de pedras e de tijolos e o preparo da concretagem receberam, no presente, a tecnologia de equipamentos que agilizaram a conclusão da torre.

No dia 14 de setembro (foto), o enorme guindaste da  Guinchos Vanin, estacionado no corredor de ônibus, despertou fortes emoções nas pessoas que passavam pela Rua Sinimbu. O gigantesco braço mecânico elevou com certa facilidade os sinos. Conforme dados fornecidos pela Diocese de Caxias do Sul, o sino maior pesa 1.260 quilos. O de tamanho médio 639 quilos e o menor, 370 quilos. Este fato foi publicado na capa do Pioneiro, na edição de 15 de setembro de 2007.

Estrutura da Torre em Obra

*** Campanário da Catedral-RRigon ***Campanário da Catedral. Diocese caxiense constroe campanário ao lado da Catedral. Obras andam em ritmo avançado.
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Em junho de 2007, a população já testemunhava o andamento bem acelerado da obra. No projeto inicial, a torre teria 60 metros. O livro Cinquentenário Della Colonizzazione Italiana nel Rio Grande Del Sud, publicado em 1925, reproduziu um croqui da torre junto à igreja, cujo desenho foi abdicado. O projeto foi elaborado por Duílio Bernardi, engenheiro que estudou em Pisa e na Real Escola de Roma (ambas na Itália), formando-se em 1914. Duílio, em parceria com Manoel Itaqui, é também o autor do projeto do viaduto Otávio Rocha.

Com o redimensio-namento, optou-se por fazer uma edificação de 40 metros de altura, levando em consideração os custos e uma nova determinação arquitetônica. A narrativa das intenções e dos motivos que delimitaram a edificação da torre há 100 anos, consta no histórico do livro Paróquia de Santa Teresa, do padre Ernesto Brandalise. Na foto acima, percebe-se a obra em junho de 2007.

Colaboração de Valter Gomes Pinto

*** Campanário-RicardoW *** Catedral Diocesana de Caxias apresenta à comunidade projeto de construção de campanário Na foto o sr Walter Gomes Pinto (dir) com os Sinos Fonte: BD PIO Fotógrafo: Ricardo Wolffenbuttel
Foto: Ver Descrição / Ver Descrição

A inauguração do campanário da Catedral Diocesana, no dia 15 de outubro de 2007, mostrou a força da comunidade caxiense em zelar pelo aprimoramento arquitetônico de sua igreja. Autoridades empresariais, políticas, paroquianos e a atenção especial da imprensa demonstrou a sensibilidade e o engajamento de uma comunidade. Numa entrevista ao Pioneiro na época, o empresário Valter Gomes Pinto declarou que a obra é um patrimônio arquitetônico, espiritual e artístico da cidade. Na foto, o empresário aparece junto aos sinos, em 8 de fevereiro de 2007.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória 



 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros