Memória: Família Bisol, da Itália para Caxias - Geral - Pioneiro

Comemoração15/09/2017 | 11h41Atualizada em 15/09/2017 | 11h41

Memória: Família Bisol, da Itália para Caxias

No próximo dia 17 de setembro, a família Bisol vai realizar o terceiro encontro oficial da família

Memória: Família Bisol, da Itália para Caxias Família Bisol/Acervo pessoal
Foto: Família Bisol / Acervo pessoal

A chegada dos primeiros imigrantes com sobrenome Bisol ao Brasil completou 138 anos no dia 19 de janeiro deste ano. Segundo registros do Arquivo Nacional, Fortunato Bisol desembarcou no país em 19 de janeiro de 1879, a bordo do vapor América. No ano seguinte, em 12 de janeiro de 1880, chegaram a bordo do vapor Hohenzollern seus irmãos, Bortolo Antônio Bisol, juntamente com a esposa Giulia Celeste Balliana e os filhos Francesco e Maria, e Giácomo Bisol, com a esposa Catherine Balliana e os filhos Luigia Bisol, Rosa Bisol e Giuseppe Bisol.

Já no Rio Grande do Sul, os imigrantes estabeleceram-se no acampamento do Núcleo Colonial de Nova Palmira, hoje pertencente ao distrito caxiense de Vila Cristina. Nesse local, aguardaram a definição dos lotes de terra para, depois, se mudarem para Caxias do Sul. Para os irmãos Bisol foi destinado o lote 64 do Travessão Solferino — 5ª Légua, onde ergueram uma casa e plantaram as primeiras mudas de parreira trazidas da Itália.

Giácomo Bisol faleceu aos 40 anos, em março de 1880. Sua morte foi muito sentida pela família. Além disso, foi também motivo de dificuldades financeiras, pois a esposa e os filhos precisavam trabalhar muito para pagar a dívida que existia do lote de terra. Com a morte de Giácomo, Fortunato assumiu os compromissos da família, casando-se logo depois com Catherine, e assegurando o direito da família à terra.  

Apesar do isolamento e das dificuldades dos primeiros anos, os irmãos Bortolo Antonio e Fortunato Bisol nunca se separaram. Os anos passaram e as famílias aumentaram. Bortolo Antonio e Giulia Celeste Balleana tiveram mais filhos: Pietro Bisol, Luigi Bisol, Giácomo Bisol, Ângelo Bisol, João Bisol e Domenica Bisol. Fortunato e Catherine, apesar de permanecerem juntos, não tiveram filhos. 

Comemoração


No próximo dia 17 de setembro, a família Bisol vai realizar o terceiro encontro oficial da família, oportunidade para estreitar os laços familiares e eternizar a memória dos antepassados, resgatando uma história de fé, trabalho e dedicação a comunidade. O evento ocorre na comunidade de São Luiz da 6º légua, em Caxias do Sul, e tem por objetivo recordar a saga dos irmãos Fortunato Bisol, Bortolo Antonio Bisol e Giácomo Bisol, que partiram entre os anos de 1879 e 1880 da Itália diretamente para a cidade de Caxias do Sul, onde seus descendentes moram até hoje. Para informações sobre o encontro, entrar em contato com Ivan Bisol pelo e-mail ijbisol@gmail.com.

Leitor
Você tem alguma história que possa ser publicada na coluna Memória? Envie sua sugestão para o e-mail bruna.valtrick@pioneiro.com.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória 


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros