Memória: 55 anos da Associação Juvenil Esperança - Geral - Pioneiro

Homenagem06/09/2017 | 09h58Atualizada em 06/09/2017 | 09h59

Memória: 55 anos da Associação Juvenil Esperança

Meio século após a fundação da AJE, antigos sócios uniram-se para homenagear a instituição caxiense

Memória: 55 anos da Associação Juvenil Esperança Arquivo Paulo Caselani/Acervo pessoal
Foto: Arquivo Paulo Caselani / Acervo pessoal
Coroinhas vestidos com trajes de gala para eventos especiais  Foto: Arquivo Paulo Caselani / Acervo pessoal

A Associação Infanto-juvenil Esperança foi fundada em 15 de agosto de 1962. Em 10 de agosto de 1974, passou a denominar-se Associação Juvenil Esperança. Conhecida pelos sócios como AJE, iniciou suas atividades a partir de um grupo de Coroinhas da Igreja Imaculada Conceição dos Freis Capuchinhos, no bairro Rio Branco. 

Leia mais
3º GAAAe na Semana da Pátria de 1992 
A Brasdiesel na história caxiense
Vozes Inesquecíveis no Coro da UCS
Campeonato de handebol de 1974

Sob a liderança maior do Frei Silvino Miorando, Capuchinho, coordenador dos coroinhas da Paróquia, tinha como propósito o ensino da catequese para os iniciantes e ao mesmo tempo a coordenação de uma sala de jogos para integração e divertimento das crianças e adolescentes da comunidade. Lá, praticava-se ping pong, snooker, jogos de canastra, xadrez, boliche e, posteriormente, com a construção de canchas de futebol de salão, partidas e campeonatos. Com as atividades esportivas, a associação tornou-se um local de encontro da juventude do Rio Branco que, associada mediante uma pequena mensalidade, frequentava a sede nos finais de semana.

Além disso, com frequência eram realizadas excursões com jogos intermunicipais sob a orientação espiritual do vocacionado Frei Silvino, que conduzia com firmeza o grupo de jovens que em determinada época passava de 120 associados.

Os bons princípios e a convivência pacífica sempre foram determinantes para o bom andamento da AJE. Os associados tinham a sua disposição desde seus primeiros anos uma biblioteca com livros de formação para o desenvolvimento de conhecimentos e para a prática do bom hábito da leitura.

A Associação Juvenil Esperança manteve-se firme até meados dos anos 1980, onde novos hábitos da Igreja e a transferência do Frei Silvino para Garibaldi enfraqueceu o movimento. A sede passou para os funcionários dos Capuchinhos Afucap e as canchas de esporte passaram a servir de pátio recreativo aos alunos do Ginásio Santo Antonio, até o final do ano de 2016, quando encerrou suas atividades. 

As informações foram uma contribuição de Paulo Caselani.

Comemoração

Jovens ouvem a palestra do Padre Mateus, junto com Frei Silvano  Foto: Arquivo Paulo Caselani / Acervo pessoal

Para lembrar a sua trajetória, após 55 anos de fundação, um grupo aproximado de 120 associados da época está promovendo um encontro no mesmo local onde tudo começou, há mais de cinquenta anos. O evento ocorre em 23 de setembro de 2017 e tem como um de seus principais objetivos prestar uma homenagem ao Frei Silivno (in memoriam). Para mais informações, entrar em contato pelo e-mail paulocaselani@hotmail.com.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros