Grupo Escoteiro Moacara, de Caxias, comemora 50 anos de história - Geral - Pioneiro

Escotismo02/09/2017 | 06h20Atualizada em 02/09/2017 | 06h20

Grupo Escoteiro Moacara, de Caxias, comemora 50 anos de história

Durante este final de semana, acampamento e outras atividades devem reunir mais de 300 pessoas nos Pavilhões da Festa da Uva

Grupo Escoteiro Moacara, de Caxias, comemora 50 anos de história Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Mais de 300 jovens de várias cidades da região participam neste final de semana de um acampamento escoteiro nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul. Entre barracas, cantis e lampeões, os participantes vão celebrar os 50 anos do Grupo Escoteiro Moacara, idealizado na década de 1960 por Ismar Bauler. 

Leia mais:
"Um dia será feio dizer que se mata animais para comer", diz professor norte-americano em Caxias do Sul 
Superando obstáculos e nutrindo sonhos: Apae de Caxias do Sul comemora 60 anos
Visate é multada em R$ 9,4 mil pela prefeitura de Caxias do Sul 

Assim que se estabeleceu em Caxias do Sul com a família, Bauler percebeu que não havia incentivo e opções de lazer para crianças e adolescentes aos finais de semana. Membro ativo do Movimento Escoteiro quando jovem, Bauler levou a ideia de fundar um grupo de escoteiros ao pastor Eurico Octávio Daudt e à Junta Paroquial. O grupo foi fundado no dia 15 de junho de 1967, no antigo salão da paróquia da Virgem Maria, na Rua Alfredo Chaves, no Centro.

Hoje, mais de 50 anos depois dos primeiros passos traçados por Bauler, o grupo segue unindo gerações. São mais de 260 jovens e adultos envolvidos com as atividades do Moacara. As crianças e adolescentes são divididos em seis seções, conforme a faixa etária (alcatéia, tropas escoteiras masculina e feminina, sênior, tropa guia e clã pioneiro).

— Esses 50 anos marcam um legado de formação de pessoa, principalmente — orgulha-se o diretor técnico do grupo Elodi Araújo.

A preocupação social do grupo escoteiro vai além do discurso. A entidade está frequentemente envolvida em ações para auxiliar a comunidade (campanha do agasalho, Semana da Pátria), além da presença de escoteiros em situações que exigem solidariedade, como, por exemplo, após o temporal que atingiu Vila Oliva, em junho deste ano.

— Auxiliamos também no Banco de Alimentos, em campanhas de incentivo de doação de órgãos... Nesta situação de Vila Oliva, conseguimos arrecadar muitos donativos. Para eles (escoteiros), é muito gratificante, porque eles fazem a boa ação do dia e ainda ajudam uma pessoa que está numa situação difícil — comenta Araújo. 

Neste sábado, o grupo também promove o Fogo de Conselho, a partir das 19h. A comemoração é aberta ao público. 

A conquista da sede própria

Um dos momentos mais marcantes dos 50 anos de história do Grupo Escoteiro Moacara foi a inauguração da sede própria, em novembro de 1985. O espaço, ainda hoje utilizado pelo grupo, fica nos Pavilhões da Festa da Uva. Anteriormente, os escoteiros se encontravam em um espaço nas esquina das ruas Sinimbu e Alfredo Chaves, no Centro. 

A inauguração teve a presença do então governador Jair Soares e do prefeito Victorio Trez. Durante a comemoração, o presidente da Festa da Uva, Mario Vanin, fez o lançamento oficial das festividades de 1986. Atualmente, a diretoria do grupo é constituída pelo presidente, Sérgio Camello, o diretor técnico, Elodi Araújo, a diretora administrativa, Cecília Coradin. 

Almoço comemorativo

Os 50 anos do grupo serão comemorados também com um almoço no dia 24, na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul. O cardápio terá galeto, lombinho suíno, macarrão a bolonhesa, risoto, saladas, sagu, creme e torta de bolacha. Informações pelo telefone (54) 991139789, com Valdir.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros