Grupo de dança farroupilhense que se apresentou na Disney é impedido de voltar por ameaça de furacão - Geral - Pioneiro

Irma09/09/2017 | 16h35Atualizada em 09/09/2017 | 21h59

Grupo de dança farroupilhense que se apresentou na Disney é impedido de voltar por ameaça de furacão

Cerca de 60 pessoas da escola Femina permanecem em hotéis na Flórida enquanto aguardam passagem do fenômeno natural

Grupo de dança farroupilhense que se apresentou na Disney é impedido de voltar por ameaça de furacão Qualité Turismo/Divulgação
Foto: Qualité Turismo / Divulgação

Integrantes da escola de dança Femina, de Farroupilha, convidada a se apresentar na Disney nesta semana, estão entre os brasileiros impedidos de voltar dos Estados Unidos por conta dos cancelamentos de voos em Orlando e regiões onde o furacão Irma tem previsão de passar.

Leia mais:
"Estamos confiantes", diz moradora da Serra que conseguiu embarcar nos EUA Paisagem "apocalíptica" e 17 mortos: os estragos do furacão Irma no Caribe
Por que furacões são tão frequentes na Flórida e no Caribe
Furacão Irma: países se mobilizam para ajudar Caribe 

Uma mensagem, divulgada na última sexta-feira pelas redes sociais do grupo, informa que eles estão acomodados em um resort da Disney com material estocado e estrutura para um evento deste porte, protegidos, aguardando o momento de retornar aos lares. O grupo que está em Orlando é de cerca de 60 pessoas.

A rádio Gaúcha Serra entrou em contato nesta manhã com integrantes, que demonstraram tranquilidade, mesmo com o alerta da passagem do furacão. Algumas pessoas pretendiam visitar os parques neste sábado.

Em um comunicado divulgado nesta sexta-feira, a Disney anunciou que fechará mais cedo neste sábado e ficará com as atividades suspensas por dois dias. Universal Orlando e Sea World também anunciaram mudanças na programação por conta da previsão do fenômeno de chegar à Flórida no domingo (10).

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros