Conflito entre motoristas da Uber e taxistas é registrado na rodoviária de Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Violência07/09/2017 | 11h18Atualizada em 07/09/2017 | 11h18

Conflito entre motoristas da Uber e taxistas é registrado na rodoviária de Caxias do Sul

A briga ocorreu na noite dessa quarta-feira. As duas partes divergem sobre a motivação

Um conflito entre motoristas da Uber e taxistas do ponto da rodoviária de Caxias do Sul foi registrado na noite de quarta-feira. Na ocorrência registrada na delegacia por Charansque Piles Torres, 38 anos, motorista do serviço por aplicativo, afirma ter sido agredido por cerca de cinco supostos taxistas ao desembarcar uma amiga na rodoviária. No registro, Torres afirma que sequer estava trabalhando no momento da agressão, e que, ao chegar na rodoviária, estacionou um pouco antes do espaço destinado ao embarque. Foi quando o primeiro agressor teria se aproximado da porta do carro e arrancado o celular de suas mãos, desferindo xingamentos.

Quando Torres desembarcou para recuperar o telefone, foi cercado e agredido por cerca de cinco supostos taxistas. Eles deferiram socos e chutes na vítima, que teve um dente quebrado.

Na sequência, outro motorista da Uber, Ederson Roberto Flores, teria sido agredido por um homem e uma mulher, também supostos motoristas de táxi. A vítima, após saber da confusão envolvendo o colega, se encaminhou até a rodoviária. Ao chegar, foi rodeado por diversos motoristas de táxi, e dois deles o teriam agredido. Os taxistas estariam todos com cassetetes, segundo o registro. 

Contraponto

Os taxistas apresentam outra versão. Segundo Daniel Barcarol, vice-secretário do Sindicato dos Taxistas, os taxistas estavam estacionados no ponto, tomando chimarrão, quando o guarda da rodoviária os avisou que motoristas da Uber estariam oferecendo serviço de carona para quem estava na fila das passagens. 

Eles estariam cobrando o mesmo valor do ônibus por uma corrida até Porto Alegre, cerca de R$ 40. Nesse momento, os taxistas teriam dito para os motoristas da Uber que o ato era proibido, o que teria iniciado uma discussão. Barcarol não soube responder quem teria iniciado a briga. Segundo o vice-presidente, outro rapaz teria testemunhado cerca de 50 ubers e taxistas discutindo na rodoviária, mas sem entrar em conflito. 


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros