Caxias volta a registrar falta de fraldas geriátricas no SUS - Geral - Pioneiro

Saúde31/08/2017 | 12h44Atualizada em 31/08/2017 | 15h38

Caxias volta a registrar falta de fraldas geriátricas no SUS

Procura pelo produto teve aumento de 117% desde o início do ano 

Caxias volta a registrar falta de fraldas geriátricas no SUS André Fiedler/Agência RBS; médicos, caxias do sul, greve
Foto: André Fiedler / Agência RBS; médicos, caxias do sul, greve
Gaúcha Serra

O número de fraldas geriátricas distribuídas na rede pública de saúde de Caxias do Sul aumentou 117% desde o final de junho, o que voltou a provocar baixa nos estoques. Agora, o tamanho GG é que está em falta e sem previsão para a normalização. Conforme a Secretaria da Saúde, são 37 mil unidades desse tamanho distribuídas por mês. As informações são da Gaúcha Serra

Leia mais: 
Atendimentos de fisioterapia para 50 beneficiários da Apae de Caxias reiniciam nas próximas semanas 
Funcionários da Guerra protestam em frente ao Fórum, em Caxias

No total, são 113 mil fraldas entregues a pessoas que recebem indicação médica a cada mês. Eram 52 mil em janeiro. Isso significa um crescimento de 17% desde o início do ano. A Secretaria da Saúde diz que não estava preparada para um aumento tão expressivo e, por isso, lançou uma nova licitação, que está em andamento. Apesar disso, ainda não tem data para que a oferta esteja regularizada. 

A retirada de fraldas na rede pública só é autorizada se médicos de postos de saúde atestarem que o paciente precisa do produto. Depois, o usuário é encaminhado para a Farmácia Especializada, que faz a distribuição. 

Em junho, quando eram 96 mil unidades destinadas à população, também houve falta do produto em diversos tamanhos. 

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros