Banco de Alimentos de Caxias é contemplado com recursos do governo federal para ampliação  - Geral - Pioneiro

Investimento24/08/2017 | 07h19Atualizada em 24/08/2017 | 08h39

Banco de Alimentos de Caxias é contemplado com recursos do governo federal para ampliação 

Em 2014 o município já havia sido contemplado com recursos federais para ampliação do local, porém, precisou devolver os valores

Banco de Alimentos de Caxias é contemplado com recursos do governo federal para ampliação  Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Quando criado, em 2005, o Banco de Alimentos de Caxias se instalou em um prédio provisório no bairro Santa Lúcia Cohab já com plano de expansão projetado.

A intenção, no entanto, esbarrou na falta de recursos e em problemas burocráticos, e nunca pode ser viabilizada. Situação que deve mudar após anúncio do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) nesta semana, que confirmou o programa local como um contemplados — junto a outros 8 de todo o país — a receber valores para modernização da estrutura.

Leia mais:
Banco de Alimentos de Caxias precisa de doações para abastecer estoque
Procuram-se novos parceiros para o Banco de Refeições Coletivas de Caxias

Serão R$ 100 mil para investimento na aquisição de equipamentos, mobiliário, materiais de consumo e utensílios, além de R$ 405 mil para ampliação e reforma. A expectativa é de que os recursos sejam encaminhados até o final do ano para que as obras se iniciem nos primeiros meses de 2018.

Com isso, a unidade do município poderá executar o projeto que há 12 anos vem sendo almejado visando qualificar a distribuição de alimentos para as 110 entidades beneficiadas atualmente. 

Entre as propostas, está a criação de uma cozinha experimental. A novidade, de acordo com a diretora de Proteção Social e Segurança Alimentar da prefeitura, Maria de Lurdes Grison, permitirá a reutilização de frutas e verduras que muitas vezes não estão próprias para comercialização, mas podem ser reaproveitadas de outras formas.

— Pretendemos capacitar equipes das instituições parceiras e adquirir equipamentos para otimizar esse uso de alimentos. Por exemplo, o tomate, que por vezes é descartado da venda, pode ser usado para fazermos extrato — exemplifica.

Apesar da ampliação, ela afirma que o alcance da distribuição dos alimentos não deve ser impactada.

— Não temos como aumentar a arrecadação, pois esse trabalho depende inteiramente do nosso contingente de voluntários e das doações. Mas o aprimoramento da estrutura vai permitir melhorarmos a distribuição em termos de qualidade e saúde alimentar — acrescenta.

As melhorias planejadas abrangem ainda a aquisição de equipamentos para realização de processos de higienização aos alimentos, materiais para carregamento e descarga das doações, implantação de estruturas de acessibilidade para PCDs, além de reformas gerais em banheiros, cozinha para funcionários, piso e setor administrativo.

Também haverá a construção de auditório para a realização de reuniões e ações de capacitação com representantes de entidades associadas.

— O Banco de Alimentos nunca recebeu qualquer melhoria. Esse reparos que nossa sede irá receber vão melhorar as condições de trabalho dos funcionários, garantir  qualificação na segurança nutricional e facilitar acesso aos associados — explica a assistente social do Banco de Alimentos, Luana Mugnaga.

Capacitação para entidades

A ideia mais exaltada do projeto  pelos próprios funcionários do Banco de Alimentos é a cozinha experimental. Além de evitar o desperdício de itens que aparentam não estar em plenas condições, segundo Luana Mugnaga, a proposta irá permitir maior versatilidade para os cozinheiros das entidades ligadas ao programa.

— Temos muitas vezes épocas de safras em que uma fruta ou verdura, aparece com bastante frequência e grande volume. Merendeiras de escolas que são associadas ao Banco não sabem o que fazer. Com nosso projeto queremos dar mais opções para criação de refeições alternativas com esses itens — ressalta a assistente social.

O objetivo é oferecer a capacitação para cozinheiros e representantes das instituições para que, depois, elas possam realizar os procedimentos nas próprias entidades.

Município já perdeu recurso semelhante

Em 2014 o município já havia sido contemplado com recursos federais para ampliação do local. Na época, o valor a ser destinado seria de R$ 780 mil, no qual estava prevista contrapartida do poder público.

No entanto, após diversas licitações, não houve interessados e a verba precisou ser devolvida. 

AS MELHORIAS

 :: ampliação de área operacional e escritório
:: criação de cozinha experimental
:: implantação de vestiários
:: construção de auditório
:: reformas gerais

SOBRE O BANCO

O Banco de Alimentos de Caxias presta atendimento a 110 instituições sociais e programas governamentais da cidade. São servidas média de 8 mil refeições ao dia com os itens encaminhados às entidades vinculadas. A distribuição mensal é de aproximadamente 75 mil quilos de alimentos mensalmente.

O Banco de Alimentos continua à procura de reforço no voluntariado para as ações do Sábado Solidário. Interessados podem entrar em contato por meio do (54) 3211-5943


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros