Memória: Os vários nomes de Caxias do Sul  - Geral - Pioneiro

De colônia a município10/07/2017 | 10h38Atualizada em 10/07/2017 | 10h38

Memória: Os vários nomes de Caxias do Sul 

Na maioria dos casos, as alterações de nome acompanhavam o crescimento da população

Memória: Os vários nomes de Caxias do Sul  Ricardo Wolffenbüttel/Agencia RBS
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

Pérola das Colônias, Caxias, Caxias do Sul, Campo dos Bugres, Colônia Caxias, Freguesia de Santa Tereza. Descobrir quantos nomes já foram dados ao longo de mais de um século ao povoado que se transformou no município líder da Serra gaúcha é complicado. Entre os nomes oficiais ou que caíram no gosto popular, é possível lembrar de pelo menos uma dezena de nomes diferentes que já batizaram a atual Caxias do Sul.

Na maioria dos casos, as alterações de nome acompanhavam o crescimento da população. De colônia a povoado, depois para vila e, por fim, município. O mais antigo nome apareceu junto com os primeiros atos de imigração italiana para o Rio Grande do Sul, em 1875. Registros antigos se referem à atual Caxias como Fundos de Nova Palmira, devido ao posicionamento da cidade, ao sul de colônias alemãs fundadas anos antes como Nova Petrópolis, Picada Feliz e Nova Palmira. Os imigrantes italianos recém chegados agrupavam-se na grande área que hoje corresponde ao distrito farroupilhense de Nova Milano, razão pela qual Caxias era conhecida como Nova Milano e também como Barracão, em função da existência de uma construção que servia de abrigo provisório para os colonos.

Apenas dois anos depois do início da colonização da Serra gaúcha, em 1877, a Inspetoria Especial de Terras e Colonização da Província do Rio Grande do Sul denominava que o nome oficial da cidade passaria a ser Colônia Caxias, em homenagem ao Duque de Caxias. A alteração do nome coincidia com a instalação da sede da Colônia no núcleo da Quinta Légua, composta pelos Travessões Santa Tereza e Solferino, que atualmente corresponde às regiões sul e centro de Caxias do Sul. Na mesma época, Caxias era também conhecida popularmente como Campo dos Bugres.

Em 1880, devido ao rápido crescimento e desenvolvimento da cidade, a colônia foi dividida em três diferentes sedes: Caxias, Nova Milano e Nova Trento. O povoado de Caxias, que abrigava a Diretoria da Colônia e a Comissão de Terras e Colonização, passa a denominar-se Sede Dante ou Sede Principal. Como ocorria com a maioria dos povoados, também Caxias originou-se a partir de uma rua principal que convergia os rumos dos cidadãos a uma praça central e a uma igreja. Tratava-se da Rua Grande, hoje conhecida como Avenida Júlio de Castilhos. A praça denominava-se Dante, em homenagem ao poeta italiano Dante Alighieri, que viveu entre 1265 e 1321, autor da obra A Divina Comédia. Por essa razão, denominou-se o povoado da Praça Dante como Sede Dante.

Quatro anos depois, em 1884, a Sede Dante foi anexada ao município de São Sebastião do Caí, na condição de 5ª distrito, e teve o nome alterado para Freguesia de Santa Tereza de Caxias. Em 20 de junho de 1890, Caxias do Sul consegue enfim se emancipar de São Sebastião do Caí, a partir de um ato oficial do governo estadual, tornando-se município e passando a se chamar Vila de Santa Tereza de Caxias. 

Pérola das Colônias 

Foto: Acervo Museu Júlio de Castilhos / Reprodução

O designação de Pérola das Colônias foi legada ao município pelo então presidente do RS, Júlio de Castilhos, na visita que fez aos caxienses em 1897. Em discurso, Júlio de Castilhos, entusiasmado pelos resultados dos esforços dos imigrantes italianas na Vila de Santa Tereza de Caxias, elogiou a localidade, chamando-a de "Pérola das Colônias Italianas do Rio Grande do Sul". 

Em 1914, agradecida ao líder político que denomina a principal avenida da cidade, a comunidade inaugurou um busto de Júlio de Castilhos, que pode ser conferido ainda hoje na praça da cidade. A nomenclatura de Vila durou até a inauguração oficial da estação ferroviária, em 1º de junho de 1910, quando a vila é elevada à condição de cidade, passando a chamar-se somente de Caxias.

O último nome dado à cidade ocorreu em 29 de setembro de 1944, acrescentando-se ao nome da cidade ao palavras "do Sul", diferenciando-a da centenária Caxias existente no Maranhão. 

Fonte

As informações desta coluna foram retiradas do livro "Ecos do Passado", de Marcos Fernando Kirst.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comSindicatos de Caxias do Sul reagem à retirada do imposto sindical obrigatório https://t.co/mZoyHzbywl #pioneirohá 8 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPrefeitura contrata mais três médicos para o Postão 24h, em Caxias https://t.co/SM8d2sIXZh #pioneirohá 10 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros