Cachorro fica internacionalmente famoso ao buscar a própria ração em pet shop de Paraí - Geral - Pioneiro

Celebridade06/07/2017 | 20h59Atualizada em 07/07/2017 | 15h17

Cachorro fica internacionalmente famoso ao buscar a própria ração em pet shop de Paraí

Vídeo de Pituco já teve mais de 1,4 milhões de visualizações na página do estabelecimento

Um vídeo postado despretensiosamente nas redes sociais tornou famoso internacionalmente um cãozinho de 12 anos de Paraí, cidade com pouco mais de 7,5 mil habitantes que fica na região nordeste do Estado. A publicação em que mostra o animal carregando um saco de ração da pet shop até a casa dele já foi visualizado mais de 1,4 milhão de vezes na página do estabelecimento no Facebook. A peripécia do cachorro, inclusive, foi pauta fora do país, sendo compartilhado pela rede londrina BBC News. Somente na página da rede de TV, o vídeo contabiliza 67 mil visualizações e mais de 15 mil compartilhamentos.

A dona de Pituco, a aposentada Rosângela Trevizan, 55 anos, diz que o cachorro, que é cego de um olho, começou buscar a ração por iniciativa própria, sem treinamento, há cerca de nove anos. O animal foi presente do casal de primos de Rosângela, Cleci e Danilo Brandalise.

Leia mais
Motoristas da Uber e usuários do aplicativo trocam reclamações em Caxias
Em Brasília, vice-prefeito de Caxias encontra-se com Temer

Pituco e Rosângela dividem a casa com mais dois companheiros, um gato e um papagaio  Foto: Gui Batistel / Especial

— Certa vez abandonaram um gato perto de casa e eu fui com o Pituco até a pet shop comprar ração. Quando chegamos perto do balcão, ele abocanhou o pacote e se mandou para casa. A partir daquele dia, ele chagava lá, as meninas entregavam a ração e ele trazia na boca para casa — conta a aposentada, ressaltando que o peso do pacote (cerca de um quilo) não intimida o cachorro.

A casa de Pituco fica distante cerca de 200 metros da loja de animais. Dona do estabelecimento, a veterinária Ana Paula Pian diz que a ideia de gravar o cãozinho carregando a ração na boca surgiu como forma de guardar uma lembrança, já que a atitude dele era vista com certa naturalidade pelos vizinhos. A grande repercussão do vídeo gravado em maio não era esperada, segundo ela.

Foto: Gui Batistel / Especial

— Como ele já tem essa rotina, já estamos bem acostumados com isso. Gravamos o vídeo e postamos no Facebook para ficar com uma lembrança dele. Mas o Pituco é um cachorro que se destaca, parece que ele acha graça de fazer isso e saí todo feliz — comenta a profissional.

Em Paraí, não há quem não tenha ouvido falar do cão que carrega a própria ração:

— Todo mundo mexe com ele. Se eu saio sozinha, o pessoal logo me pergunta "cadê o Pituco?". Entre as crianças, então, é uma farra. O Pituco é muito feliz — garante a dona.

Companheiros

Além de Pituco, Rosangela também cuida de um papagaio de 45 anos e um gato, que foi adotado em março. O cãozinho também busca a ração dos outros dois companheiros.

Foto: Gui Batistel / Especial


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros