Projeto de regulamentação do Uber é devolvido à Câmara de Caxias - Geral - Pioneiro

Transporte30/06/2017 | 14h42Atualizada em 30/06/2017 | 14h57

Projeto de regulamentação do Uber é devolvido à Câmara de Caxias

Texto passou por alterações sugeridas pelos vereadores

Projeto de regulamentação do Uber é devolvido à Câmara de Caxias Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS
andre fiedler

O projeto de regulamentação de aplicativos de transporte, como o Uber, foi devolvido à Câmara de Caxias do Sul na manhã desta sexta-feira O texto foi enviado pelo Executivo por volta das 9h. As informações são da Gaúcha Serra

Leia mais: 
Diferentemente de outras cidades, prefeitura de Gramado está autuando motoristas do Uber
Projeto de regulamentação do Uber passa por revisão antes de voltar à Câmara 
Projeto de regulamentação do Uber voltará ao Executivo para correções

A Câmara havia remetido a proposta ao Executivo no início de junho, após cerca de um mês de tramitação. Os vereadores solicitaram alterações na redação do projeto original, elaborado pela Procuradoria Geral do Município (PGM), devido a inconsistências jurídicas.

Segundo os integrantes da Comissão de Constituição, Justiça e Legislação (CCJ) que analisa o texto, havia mais de uma nomenclatura para o serviço. A sugestão, acatada pelo Executivo, é que a modalidade seja chamada de "serviço de transporte motorizado, privado, individual e remunerado de passageiros por aplicativo" e não "serviço de transporte privado individual de passageiros por aplicativo". Além disso, segundo o presidente da CCJ, vereador Paulo Périco, havia menção a uma suposta alteração em lei vigente sobre o serviço, o que não existe.

Com a devolução a Câmara, a proposta segue tramitando de onde parou, na CCJ. Pelo menos mais uma comissão deve analisar o texto antes da votação no plenário, o que ainda não tem data para ocorrer.

Entre outros pontos, o projeto prevê curso para os motoristas e cota para mulheres operarem os serviços. O vereador Rodrigo Beltrão (PT) também protocolou duas emendas. Uma prevê a utilização de placas vermelhas, enquanto a outra estipula que o número de carros dos aplicativos não pode ultrapassar a dos táxis.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comHomem sofre fratura nas duas pernas em empresa de Caxias do Sul https://t.co/NlRqVeBNVa #pioneirohá 9 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEstacionamento na Avenida Rio Branco volta a operar em Caxias https://t.co/s6RxA2Xnx1 #pioneirohá 10 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros