Memória: Evolução turística em Torres  - Geral - Pioneiro

Turismo06/06/2017 | 10h00Atualizada em 06/06/2017 | 10h00

Memória: Evolução turística em Torres 

A história hoteleira de Torres é repleta de curiosidades

Memória: Evolução turística em Torres  Ídio Feltes/Divulgação
A rua José A. Picoral é referência histórica no desenvolvimento turístico da cidade de Torres e local obrigatório de parada dos turistas Foto: Ídio Feltes / Divulgação

A cidade de Torres evidencia-se pela riqueza turística. Das belezas naturais, destacam-se as formações rochosas localizadas nos morros do Farol, Furnas e Guarita. A generosidade da natureza também está presente na espaçosa orla marítima, que compreende os trechos da Praia Grande, Prainha, Praia da Cal, Guarita e Itapeva. A Lagoa do Violão, que oferece passeio de pedalinho e o Rio Mampituba, na divisa com Santa Catarina, posicionam Torres com uma diversidade de opções recreativas.

Dentro deste contexto, a cidade desenvolveu-se e aprimorou sua estrutura hoteleira, restaurantes, clubes, casas de diversões e atividades comerciais para atender os visitantes.

Na histórica rua José Antonio Picoral, ponto elevado da topografia torrense, reside os fundamentos da religiosidade, hotelaria e convergência de turistas, tropeiros e caixeiros-viajantes no passado.

Na imagem aérea, na década de 1950, percebe-se os majestosos prédios da Sociedade Amigos de Torres, o anexo do Farol Hotel, e, ao fundo, a torre da Igreja São Domingos. À direita, a Lagoa do Violão emoldurada por uma mata, sem as atuais calçadas e a ponte que propicia boas caminhadas.

Hoje, nesta rua, há muitos imóveis de veranistas caxienses. A Croasonho, com sede corporativa em Caxias do Sul, possui uma franquia administrada pelo caxiense Elton Pedron. Localizada na esquina com Joaquim Porto, o ambiente externo é valorizado pela presença de uma frondosa figueira.

Anexo do Farol Hotel

O hotel Farol é uma referência turística de Torres Foto: Ídio Feltes / Divulgação

A história hoteleira de Torres é repleta de curiosidades. José Antonio Picoral, que denomina a rua, foi um desbravador do ramo, ao instalar o Balneário Picoral, por volta de 1915. O estabelecimento oferecia charmosos chalés para dormitórios.

Posteriormente, o hoteleiro Alfiero Zanardi marcou época ao consolidar o Farol Hotel, a partir de 1939, como um local aconchegante para bem atender seus hospedes. Na imagem, percebe-se o Anexo do Farol Hotel, na década de 1950, localizado na esquina da Joaquim Porto.

O imponente prédio da SAPT

Integrantes da SAPT promoveram ações culturais durante anos na cidade de Torres Foto: Ídio Feltes / Divulgação

Conforme o historiador Alexandre Cardoso Rodrigues, do Museu de Torres, a Sociedade Amigos da Praia de Torres foi constituída em 1936. No espírito coletivo deste grupo de veranistas, houve a preocupação em desenvolver e aproveitar os potenciais no litoral gaúcho. Na imagem, visualiza-se o grandioso edifício, local que já acolheu diversas gerações de famílias que desfrutavam os encantos do mar.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFeirão de Imóveis oferece oportunidade de negócios em Caxias do Sul https://t.co/9LMaVur2Iy #pioneirohá 13 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPedro Guerra: O enterro do CNPJ https://t.co/NqkBpkxnw2 #pioneirohá 13 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros