Memória: 50 anos de combate a incêndios - Geral - Pioneiro

Cinquentenário29/06/2017 | 10h05Atualizada em 29/06/2017 | 10h05

Memória: 50 anos de combate a incêndios

Em 1967, a caxiense Marcopolo deu início às atividades da Equipe Interna de Combate a Incêndios

Memória: 50 anos de combate a incêndios Acervo EICI/Divulgação
Foto: Acervo EICI / Divulgação

A empresa cujo nome homenageia o navegador italiano Marco Polo, que passou 24 anos integrando culturas e explorando novos caminhos, celebra os 50 anos de sua Equipe Interna de Combate a Incêndios, o EICI. Em 1967, a caxiense Marcopolo deu início às atividades da equipe, que contava então com 13 integrantes, conquista importante tanto para a empresa quanto para a cidade, já que a equipe, uma das primeiras treinadas, aparelhadas e organizadas para combater incêndios no Estado do Rio Grande do Sul, passou a colaborar, na década de 1970, com a comunidade da região, por demanda do Corpo de Bombeiros.

Além disso, o EICI serviu de modelo para outras companhias, que passaram a investir na criação de equipes de combate a incêndio como forma de prevenção e proteção de seus colaboradores e também de seu patrimônio.

Foto: Acervo EICI / Divulgação

Atualmente, a companhia conta com 490 brigadistas, que são responsáveis pelo atendimento das unidades dos bairros Ana Rech e Planalto, em Caxias. A Equipe Interna de Combate a Incêndios da Marcopolo conta com dois caminhões e EPIS especiais, tendo um dos veículos cabine dupla com capacidade de transporte de cinco brigadistas, tanque de 8.000 litros de água e 500 litros de LGE, líquido gerador de espuma, bomba e canhão monitor eletrônico, torre de iluminação e escada. A equipe conta ainda com equipamentos específicos para os brigadistas, como cilindros de ar respirável e vestimentas específicas para combate a incêndio.

A cada ano, os integrantes da equipe passam por seis treinamentos teóricos e práticos focados em Primeiros Socorros, Uso de Extintores e Uso de Mangueiras, além de simulados de emergências. Em 2016, esses treinamentos totalizaram 5.280 horas de capacitação.

Espaço para recordar

Foto: Acervo EICI / Divulgação

O Espaço Memória Marcopolo – Valter Gomes Pinto preserva a história da empresa e enaltece a importância dela para o desenvolvimento da cidade e do transporte de passageiros. Mais de 120 mil itens entre fotografias, revistas, jornais, gravações de áudio e vídeo, certificados, relatórios, informativos, troféus e outros objetos, o que compõem o patrimônio documental da Marcopolo. 

Além do resgate e preservação do patrimônio documental e informativo da companhia, o espaço conta com um banco de dados e tem o objetivo de disponibilizar informações relacionadas à empresa, estreitando os laços entre a Marcopolo e seu público. O memorial se encontra na sede de Ana Rech e pode ser conferido mediante agendamento, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

Fonte

As informações desta coluna foram uma contribuição de José Carlos Secco.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória



 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros