Lei que obriga bancos a ter vigilância 24 horas deve gerar 150 empregos em Caxias - Geral - Pioneiro

Segurança23/06/2017 | 14h13Atualizada em 23/06/2017 | 14h13

Lei que obriga bancos a ter vigilância 24 horas deve gerar 150 empregos em Caxias

Legislação foi sancionada nesta semana 

Lei que obriga bancos a ter vigilância 24 horas deve gerar 150 empregos em Caxias Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

A lei que obriga bancos de Caxias do Sul a contratar vigilância privada em período integral deve gerar 150 empregos diretos. A expectativa é do presidente do Sindicato Profissional dos Vigilantes de Caxias e Região, Claudiomir da Silva Brum. De acordo com ele, como a lei entrou em vigor há pouco tempo, ainda não há um movimento de contratações no mercado. O prefeito Daniel Guerra sancionou a nova legislação na última quarta-feira. As informações da Gaúcha Serra.

Leia mais
Iotti: faturamento da indústria caxiense em queda
Feirão de imóveis pretende aquecer as vendas em Caxias do Sul
Rodoil, de Caxias, chega a 360 postos de bandeira própria no Sul

O sindicato espera que as vagas sejam abertas a partir do próximo mês, quando os bancos já devem ter os custos definidos. Embora a geração de empregos seja uma boa notícia para o setor, as 150 vagas não repõem o quadro de vigilantes que a cidade já teve. Segundo Claudiomir, até 2014, o setor empregava cerca de 2,5 mil funcionários. Com o início da crise econômica, os postos de trabalho caíram 40% e hoje há cerca de 1,5 mil vigilantes privados em Caxias.

A lei, aprovada por unanimidade na Câmara de Vereadores em maio, é voltada a bancos e cooperativas de crédito público e privados. Caixas eletrônicos em outros estabelecimentos, como postos de combustíveis, não são afetados. A vigilância deve ser 24h, inclusive em fins de semana e feriados.

Os vigilantes vão poder permanecer dentro da agência, em local seguro. Os bancos têm até 180 dias para se adequarem à medida. A superintendência regional do Banco do Brasil, em Caxias, disse que a lei ainda está em análise pelo departamento jurídico do banco e não há estimativa do custo da contratação dos guardas. Nós não conseguimos contato com as superintendências do Banrisul e da Caixa Econômica Federal.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPioneiro Esportes https://t.co/1MgOxX9oJV #pioneirohá 6 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comHomem é baleado após suposta briga por demarcação de terra no bairro Cruzeiro, em Caxias https://t.co/R5qPBEHTzI #pioneirohá 9 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros