Polícia identifica três suspeitos de roubos a ônibus em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Investigação17/05/2017 | 11h34Atualizada em 17/05/2017 | 11h38

Polícia identifica três suspeitos de roubos a ônibus em Caxias do Sul

Polícia Civil conclui cinco inquéritos e promete mais prisões para breve 

Mobilizada pelo crescimento dos roubos a ônibus em Caxias do Sul, crime que mais cresceu nos primeiros cinco meses do ano, a Polícia Civil identificou três suspeitos dos ataques. Os cinco inquéritos policiais concluídos nesta semana tiveram prioridade por envolver dois réus presos e um terceiro que foi assassinado após uma festa no bairro Santa Fé, em fevereiro. A Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) acrescenta que ainda há diversos suspeitos em investigação.

Leia mais:
Mesmo com a criação de patrulha específica, roubos a ônibus ainda preocupam em Caxias do Sul

O principal indiciado é Henrique Francisqueti Ramos, 20 anos, que foi reconhecido em três assaltos. Os crimes ocorreram entre 12 e 16 de março nos bairros Centenário e Vila Ipê. Ele foi preso pela Brigada Militar em 25 de março após denúncia de um outro assalto a transporte coletivo, deste vez na linha Cânyon: dois jovens teriam ameaçado o motorista e levado pertences da cobradora na ERS-122 por volta das 16h30min.

Os policiais seguiram até a Rua dos Coqueiros, no bairro Santo Antônio, onde o segurança de uma empresa privada deteve Ramos e um adolescente. Os suspeitos apresentavam lesões que, supostamente, foram provocadas pelo segurança. Extraoficialmente, ambos teriam confessado o roubo a ônibus. A faca utilizada no crime foi apreendida com Ramos.

— O modus operandi dos investigados é bastante semelhante: abordagem do caixa em busca de dinheiro e celulares. São embarques e desembarques muito rápidos, levando valores baixos. Estes primeiros cinco inquéritos têm o objetivo de manter a prisão preventiva pelo maior tempo possível e condenações bem adequadas à quantidade de delitos cometidos por eles —aponta o delegado Mario Mombach, responsável pela investigação.

Apesar da remessa dos três inquéritos contra Ramos, a Defrec não descarta que ele seja o autor de outros assaltos em março. No entanto, a investigação sobre a onda de assaltos a ônibus encontrou uma diversidade de ladrões envolvidos.

— Foi um fato novo, que nos deu outro enfoque. Acreditávamos em uma ação um pouco mais orquestrada, mas deparamos com criminosos sem qualquer ligação. Não há articulação ou cadeia de mando. São criminosos habituais, mas de ocasião — explica.

Na última sexta-feira, o foragido Claudionor Barreto Marques, 40 anos, também suspeito de roubos a ônibus, foi capturado no bairro Cruzeiro pela Brigada Militar. Marques era procurado desde 29 de dezembro e possui extensa ficha criminal, com que diversos roubos a pedestre e três indiciamentos por tráfico de drogas. A Polícia Civil busca vítimas que possam reconhecê-lo e concluir o inquérito. 

OS ROUBOS ELUCIDADOS

Henrique Franciqueti Ramos, 20 anos

Foto: Reprodução

:: Indiciado por assaltos a ônibus no bairro Centenário às 14h40min de 12 de março e às 9h de 15 de março, além de roubo no Vila Ipê, às 16h29min de 16 de março.

:: Foi preso em flagrante por roubo a transporte coletivo na linha Cânyon em 25 de março.

 Robson Fogaça Brais, 29 anos

Foto: Reprodução

:: Indiciado por assalto a ônibus no bairro Reolon, às 14h53min de 6 de abril.

:: Detido três vezes pela BM por roubo a transporte coletivo desde 2012, está preso desde 24 de abril quando foi detido por populares após roubar o celular de um pedestre na Rua Luiz Ronca, bairro Cinquentenário. 

Agemilto de Lima Pereira, 22 anos


Foto: Reprodução

:: Apontado como autor do assalto a ônibus no Vila Ipê, às 22h20min de 1º de janeiro.

:: Foi encontrado morto no bairro Santa Fé na madrugada de 11 de fevereiro. Ele foi assassinado com diversos golpes de arma branca — provavelmente uma faca.
O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa. Conforme o delegado Rodrigo Kegler Duarte, há mais de um suspeito para o crime. A motivação teria sido um desentendimento ocorrido em uma festa nas proximidades do fato.

Denuncie

Reconhece os investigados? Entre em contato com a Defrec pelo telefone (54) 3221.4087 para que mais crimes sejam elucidados e o suspeito permaneça preso. Informações sobre outros roubos a ônibus também podem ser repassadas neste telefone ou a Patrulha do Transporte Seguro, da BM, pelo 190.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comHomem é morto com tiro no peito no bairro Serrano, em Caxias https://t.co/T9lwMOvSA4 #pioneirohá 1 minutoRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comCaminhão sem freios colide em veículo e mata uma pessoa em Gramado https://t.co/jfRXveZ0IC #pioneirohá 2 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros