Fenavindima pode ser antecipada para não coincidir com o mesmo ano da Festa da Uva - Geral - Pioneiro

Serra Gaúcha16/05/2017 | 10h57Atualizada em 16/05/2017 | 11h01

Fenavindima pode ser antecipada para não coincidir com o mesmo ano da Festa da Uva

Se não houver tempo hábil para organizar a feira em 2018, não está descartada a hipótese de adiá-la para 2020

A prefeitura de Flores da Cunha e a organização da Festa Nacional da Vindima (Fenavindima) discutem, na noite desta terça-feira, a possibilidade de antecipação da próxima edição para 2018. O motivo é o adiamento da Festa da Uva de Caxias do Sul para 2019. Os dois eventos estão marcados, hoje, para o mesmo ano.

Se não houver tempo hábil para organizar a feira em 2018, não está descartada a hipótese de adiá-la para 2020. De acordo com a presidente da Associação Comunitária Fenavindima, Fabiane Veadrigo, uma das duas datas devem ser ocupadas:

Leia mais:
Memória: os 50 anos da Fenavindima em Flores da Cunha
Presidente Figueiredo na Fenavindima de 1982
Maria Della Costa na Festa da Vindima de 1976

— Adiantar seria interessante para aproveitar o ano, já que não há nenhuma festa marcada, mas precisamos avaliar se temos condições de organizar devido ao curto período de tempo. O último evento custou em torno de R$ 2 milhões. A ideia é fazermos com menos.

Em 2017, a Fenavindima comemorou 50 anos. A primeira das 13 edições foi realizada de  26 de fevereiro a 12 de março de 1967. O evento valoriza o trabalho, a uva, o vinho e os antepassados italianos.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros