A velha cratera da ERS-122, em Caxias do Sul, está de volta - Geral - Pioneiro

Chuva31/05/2017 | 16h13Atualizada em 31/05/2017 | 19h24

A velha cratera da ERS-122, em Caxias do Sul, está de volta

Pelo menos 10 veículos já sofreram danos nas últimas horas. Há problemas também em outras estradas

A velha cratera da ERS-122, em Caxias do Sul, está de volta Felipe Nyland/Agencia RBS
Defeito ressurge a cada chuva forte no Km 69, na frente da empresa Menon Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Além de não dar trégua, a chuva trouxe de volta um antigo problema para os motoristas que usam o trecho da ERS-122, em Caxias do Sul: a cratera no Km 69, na frente da empresa Menon Atacadista, no Distrito Industrial. 

O buraco no sentido Farroupilha-Caxias, próximo ao eixo central da rodovia e a poucos metros do viaduto torto, ressurgiu entre domingo e segunda. Desde então, um segundo buraco apareceu ao lado do primeiro, o que já está produzindo estragos e forçando desvios repentinos na pista.

O vigilante da Menon José Antônio Maria, 60, contou pelo menos 10 carros com pneus rasgados ou furados desde a tarde de terça-feira. Somente no início da tarde desta quarta-feira, dois veículos tiveram danos.

— Só vejo gente trocando pneu. O buraco vem com a chuva mesmo. Não é de agora, faz uns cinco anos que a pista abre a cada chuva forte. Daí fecham o buraco, mas reabre de novo — conta o vigiliante.

O Grupo Rodoviário de Farroupilha colocou cones na pista para alertar os motoristas. Segundo a unidade, há diversos buracos ao longo da ERS-122, entre Caxias do Sul e São Vendelino. Nesse trecho, os próprios policiais usaram brita para tapar uma cratera no Km 45, em São Vendelino. O problema é constatado também na RSC-453, entre Farroupilha e Garibaldi, estrada sob a responsabilidade do Grupo Rodoviário de Farroupilha. 

Leia mais
Instabilidade continua no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira
Moradores afetados pela cheia do rio devem começar a voltar para casa nesta quarta em São Sebastião do Caí

Um relatório solicitando reparos emergenciais será encaminhado ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Recentemente, o Daer anunciou a manutenção da ERS-122 e da RSC-453, entre Caxias e Farroupilha, para a primeira quinzena de maio, obra que ainda não avançou. 

A situação nas rodovias federais que cortam a Serra é mais tranquila. Na BR-116, em Caxias do Sul, não há registros de danos. Na parte da manhã, houve ameaça de deslizamento de uma pedra no Km 178 da rodovia, em Nova Petrópolis, perto do trecho que havia desabado com as chuvas no ano passado. O material foi removido. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que alguns buracos apareceram na BR-470, o que exige atenção dos condutores.

O que diz o Daer em nota encaminhada via assessoria de comunicação:

"O Daer realiza os serviços de manutenção na rodovia *(ERS-122) através do contrato de conserva rotineira. No entanto, a retomada dos trabalhos depende da normalização do fornecimento de material asfáltico por parte da Petrobras. Na próxima semana, assim que houver uma sequência de dias secos necessária para a intervenção no pavimento, será realizada a manutenção emergencial do trecho (no Km 69 da ERS-122). Já a restauração completa deve iniciar assim que os trabalhos forem concluídos na ERS-431, entre São Valentim e Dois Lajeados. Os serviços serão de recapeamento da rodovia, bem como o reforço da sinalização e a retirada dos restos do posto de pedágio entre Farroupilha e Caxias do Sul."

Estragos em vias municipais

Em relação às estradas municipais e vias internas de Caxias do Sul, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos ainda não fez um levantamento completo sobre os estragos e está avaliando como pretende reparar os danos da chuva. As perimetrais, por exemplo, já apresentam asfalto danificado pela chuva. 

Na Perimetral Norte, buraco encoberto por água deixou trânsito em meia pista Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

No trecho da Perimetral Norte, no bairro Interlagos, perto do Posto Onzi, o trânsito fluía em meia pista na tarde desta quarta-feira por conta de um grande buraco encoberto pela água. Na Avenida Mauricio Sirotsky Sobrinho, no bairro São Victor-Cohab, moradores reclamam de vários buracos, entre eles, de uma cratera de cerca de meio metro de diâmetro.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros