Memória: o início da carreira de Aristides Bertuol - Geral - Pioneiro

Automobilismo14/04/2017 | 10h00Atualizada em 14/04/2017 | 10h00

Memória: o início da carreira de Aristides Bertuol

O piloto automobilístico Aristides Bertuol foi importante protagonista dos autódromos brasileiros

Memória: o início da carreira de Aristides Bertuol Não se aplica/Divulgação
Aristides Bertuol disputou as primeiras corrida da carreira com um carro da marca Chevrolet, modelo Aerosedan Fleetline, em 1948 Foto: Não se aplica / Divulgação

Aristides Bertuol nasceu em Bento Gonçalves em 1916. É considerado um dos grandes nomes do automobilismo, tendo destaque e protagonismo nos anos de ouro do esporte, além de contribuir ativamente na construção da história das disputas de automóvel no país. Entre suas 60 corridas disputadas, algumas ocorreram em lugares icônicos, como o do autódromo de Interlagos.

Sua carreira como piloto começou cedo. Quando tinha apenas 13 anos, participou de sua primeira prova de carretera, a qual foi considerada uma das mais importantes do automobilismo gaúcho. Promovida pela unidade gaúcha do jornal Diário de Notícias, de propriedade do comunicador Assis Chateaubriand, o evento contava também com o forte apoio do governo, que, na época, tinha por objetivo abrir as portas para o comércio e o turismo local.

Bertuol ao lado de Giovannini, seu amigo e mecânico, em sua primeira corrida Foto: Acervo família BertuoL / Divulgação

Por volta de uma semana antes, Bertuol teve o auxílio do amigo Hélio Giovannini, que se ofereceu como mecânico ajudante. Na véspera da corrida, Bertuol estacionou seu Sedanete no parque Farroupilha, e aguardou para ver seu número de identificação pintado na lateral do carro. O número: quatro. 

Ao lado do amigo, aproveitou para fazer a primeira foto de sua carreira, conforme imagem acima. Não venceu sua primeira corrida, mas venceria outras. Além do número 4, Bertuol mandou pintar no teto do carro o nome "Bento Gonçalves", identificação que o acompanharia por toda a sua carreira.

Leia também
Nas curvas do Autódromo de Tarumã em 1973
Auto Mecânica em 1948

Primeira vitória

Aristides conquistou o primeiro lugar, com a vitória na categoria Turismo Força Livre, na prova no Autódromo de Interlagos Foto: Acervo família Bertuol / divulgação

Em 20 de março de 1949, o Autódromo de Interlagos seria palco de uma prova de nível internacional. Pilotos reconhecidos como os italianos Gigi Villoresi e Alberto Ascari estariam presentes. A prova, marcada para o domingo, teve treinos classificatórios no dia anterior. O piloto inscreveu-se na categoria Turismo Força Livre. Apesar de ser sua segunda corrida, pilotaria pela primeira vez em sua carreira um autódromo. 

Para ganhar o prêmio, os participantes precisariam dar cinco voltas na pista, cujo traçado original tinha oito quilômetros de extensão. Bertuol disputou a prova com o número cinco na porta do Sedanete. Conforme os jornais impressos da época, o piloto liderou a prova do inicio ao fim da corrida, explodindo de alegria ao receber a bandeirada como vencedor. 

Era a primeira de suas inúmeras vitórias.

As carreteiras

Nem todos que não estão ligados com a história do automobilismo reconhecem o termo "carretera", que, em tradução livre, significa estrada. Porém, seu significado vai ainda além. Em 1937, durante o Gran Premio Argentino, uma corrida contava com a participação de 68 veículos, que passariam por 15 províncias em um intenso desafio. Para assegurar maior segurança aos pilotos, o regulamento da prova excluiu da frota carros abertos, permitindo somente veículos fechados, mais conhecidos como carros de passeio. O trajeto seria por "carreteras naturaes", ou seja, estradas. Além disso, outras competições se fundamentaram nestas regras, criando assim a afirmação da categoria de carros de passeio, que recebeu o nome de "TC — Turismo Carretera".

A partir disso, a expressão carretera transformou-se em sinônimo de carros de corrida que participavam de competições com o regulamento argentino. A proximidade do Rio Grande do Sul com a Argentina facilitou o uso desses veículos pelos pilotos do Rio Grande do Sul.

MAIS

— As informações desta coluna foram extraídas do livro Aristides Bertuol: O piloto da carretera nº 4, de Fabiano Mazzoti e Gilberto Mejolaro.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com3por4: Espetáculo circense "Menorah" é uma das atrações da ExpoBento 2017 https://t.co/cJjc5PvYZW #pioneirohá 9 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEmpresário de Farroupilha investe na criação de parque temático da cerveja https://t.co/0qhMQgD6xu #pioneirohá 9 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros