Prefeitura de São Francisco de Paula vai decretar calamidade pública após temporal - Geral - Pioneiro

Serra gaúcha12/03/2017 | 17h00Atualizada em 12/03/2017 | 17h05

Prefeitura de São Francisco de Paula vai decretar calamidade pública após temporal

Segundo a Defesa Civil, 15 famílias desalojadas foram abrigadas em um ginásio de esportes, que também serve como ponto de coleta de doações

Prefeitura de São Francisco de Paula vai decretar calamidade pública após temporal Corpo de Bombeiros  / Divulgação/Divulgação
Dezenas de árvores caíram e atingiram casas no município Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação / Divulgação

A prefeitura de São Francisco de Paula vai decretar estado de calamidade pública na segunda-feira após o vendaval que destruiu parte da cidade na madrugada e manhã deste domingo. Pelo menos uma morte foi confirmada e 12 pessoas estão desaparecidas na cidade da serra gaúcha. Outras 70 receberam atendimento médico no hospital da cidade. As informações são da Rádio Gaúcha.

Segundo a Defesa Civil, 15 famílias desalojadas foram abrigadas no ginásio de esportes localizado na Rua Santos Dumont, no centro de São Francisco de Paula. O local também serve como central para recebimento de doações para as famílias que tiveram suas casas danificadas com o temporal.

Os itens prioritários são alimentos, água, materiais de limpeza e de higiene pessoal, além de velas, já que a previsão é que a energia elétrica só retorne amanhã no município. Doações já foram recebidas de moradores de Gramado, Canela e Caxias do Sul. O governo do Estado confirmou neste domingo a liberação de R$ 175 mil para a área da saúde.

Leia mais:
Chuva interdita rodovias e provoca alagamentos no RS
Chuva alaga Alfredo Jaconi, mas jogo segue confirmado
Nova frente fria provoca temporais em todo o Estado neste domingo

Diversos bairros tiveram estragos em função do temporal, mas a situação é mais crítica na região de Santa Isabel, São Miguel, Pedra Branca, Querência, Vila Jardim e Gaúcha. Casas foram destruídas, árvores caíram e armazéns ficaram destelhados

O prefeito Marcos Aguzzoli disse à reportagem da Gaúcha que estima um número de mil residências danificadas, no entanto o levantamento oficial ainda não foi concluído.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAdiamento da Festa da Uva continua indigesto a empresários da Serra https://t.co/s8TLRlTpjd #pioneirohá 7 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comVeja o que abre e o que fecha em Caxias no feriado de Nossa Senhora de Caravaggio https://t.co/XVQ4Cj2L42 #pioneirohá 38 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros