Médicos do SUS agora querem receber por hora trabalhada em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Impasse na saúde31/03/2017 | 17h34Atualizada em 31/03/2017 | 18h56

Médicos do SUS agora querem receber por hora trabalhada em Caxias do Sul

Contraproposta deve ser avaliada pelo prefeito Daniel Guerra

Médicos do SUS agora querem receber por hora trabalhada em Caxias do Sul Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A comissão de médicos do Sistema Único de Saúde (SUS) que negocia o reajuste salarial da categoria com o prefeito Daniel Guerra agora quer estabelecer um novo sistema de pagamento para os colegas: R$ 79,71 por hora trabalhada. Hoje, os profissionais recebem salário mensal correspondente a três cargas horárias semanais diferentes: 12h, 20h ou 33h.

A comissão também não aceita ter o atendimento avaliado pela população, conforme exige a prefeitura. A sugestão é que esse controle de qualidade sobre as consultas seja executado por uma Comissão Paritária de Avaliação, Controle e Acompanhamento do trabalho médico, constituída por representantes da Secretária da Saúde e por representantes dos médicos. 

O documento com a contraproposta foi protocolado na tarde desta sexta-feira. Guerra não se posicionou sobre o assunto, pois estava em reunião fora da prefeitura.No mesmo ofício, os médicos apontam a quantidade de pacientes que seriam atendidos de acordo com a jornada contratual de cada profissional: quatro pessoas por hora, conforme determinam os conselhos Regional e Federal de Medicina para um atendimento de qualidade.

Leia mais:
Médicos de Caxias do Sul querem aumento de 285% por hora
Pelo menos 19 UBS de Caxias têm prejuízos no atendimento médico 
Após greve, atendimento médico é normal nesta segunda-feira em Caxias 
Aumento salarial de médicos em Caxias é vinculado a produtividade e qualidade

Os médicos também pedem a negociação de um cronograma e prazo para garantir o piso nacional estabelecido pela Federação Nacional dos Médicos, hoje em R$ 13.847,93 para 20 horas de trabalho semanais. A comissão mencionou no ofício um pedido de abertura para debater a criação de um nível 15 no serviço público. Isso possibilitaria que os médicos fossem incluídos numa categoria diferenciada dos demais servidores da prefeitura, o que permitiria negociação salarial à parte. 

O presidente do Sindicato dos Médicos, Marlonei dos Santos, e os demais integrantes da comissão esperam receber uma resposta até o final da próxima semana. No dia 10 de abril, a categoria terá mais uma assembleia para debater o impasse em relação aos salários. 

— Assim, vamos estabelecer um salário igual e proporcional para todos os médicos seja do Postão ou das UBSs — diz Marlonei.

A greve dos médicos entre os dias 20 e 24 de março foi responsável pelo cancelamento de cerca de 5,6 mil consultas em Caxias. 


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com3por4: Violonista Marcello Caminha se apresenta em Caxias https://t.co/B0PdRobIcW #pioneirohá 2 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.com3por4: Belfast lança nova coleção em Carlos Barbosa https://t.co/da9rrwBOcf #pioneirohá 3 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros