Médicos anunciam greve de cinco dias em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Crise na saúde16/03/2017 | 11h05Atualizada em 16/03/2017 | 15h58

Médicos anunciam greve de cinco dias em Caxias do Sul

Nova paralisação foi decidida em assembleia

Médicos anunciam greve de cinco dias em Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O Sindicato dos Médicos anunciou uma segunda paralisação em Caxias do Sul. Desta vez, a greve deve durar cinco dias e começa a partir da próxima segunda-feira, dia 20. Nesse dia, também está programada a paralisação dos funcionários da Visate. Ou seja, dois serviços básicos à população devem ser afetados na cidade.

Os médicos que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) já haviam cruzado os braços entre os dias 1º e 3 de março. A nova paralisação foi decidida em assembleia da categoria, na noite de quarta-feira. Conforme o presidente do sindicato, Marlonei Santos, cerca de 80 profissionais participaram da reunião. No encontro, foi lida uma contraproposta do município assinada pelo prefeito Daniel Guerra (veja abaixo). Conforme Marlonei, o ofício da prefeitura não trouxe novidades.

— A única diferença é assinatura do próprio prefeito. Sugerem que os médicos diminuam a carga horária com redução de salário e cumpram a jornada e batam o cartão-ponto — diz Marlonei.

Leia mais
Sindicato pede R$ 300 mil de danos morais por ligação de prefeito de Caxias a médico de UBS
Médicos do SUS aceitam bater ponto se ganharem aumento de R$ 2 mil
Médicos ameaçam pedir demissão se prefeitura exigir cumprimento de ponto


A proposta da prefeitura foi entregue dias atrás ao Sindicato dos Servidores Municipais (Sindiserv), com foco nos médicos concursados de menor carga horária com redução dos salários. O Sindicato dos Médicos, porém, pede que o município incorpore o atual abono de R$ 2,5 mil ao piso salarial de R$ 3,5 mil. O valor é referente à jornada de 20 horas semanais. Enquanto isso, os médicos seguem o atendimento por cotas.

A greve afetará as unidades básicas de saúde (UBSs) e o Centro Especializado de Saúde (CES), segundo Marlonei, o que abrangeria cerca de 180 profissionais dos cerca de 340 que atuam no município. Serão mantidos os atendimentos de urgência e emergência no Pronto-Atendimento 24 horas (Postão) e os serviços da Estratégia Saúde da Família, pois incluem médicos que já cumprem a jornada.

— O percentual de adesão talvez fique em 70%, é difícil saber. Vamos oficializar o comunicado de greve hoje (quinta-feira) à tarde — complementa Marlonei.

Nesta semana, a Secretaria Municipal da Saúde confirmou que oito médicos que atuavam no CES pediram exoneração. Para suprir essas vagas, foi autorizada a contratação de 30 novos médicos. Esses profissionais devem ser chamados em, no máximo, 45 dias.

Foto: Reprodução



Negociação via Sindiserv

:: No final de fevereiro, a prefeitura entregou ao Sindiserv uma proposta voltada aos médicos concursados de menor carga horária com redução dos salários.O poder público propõe aos médicos com contrato de 20 horas semanais e vencimentos de R$ 5.696,29 reduzirem a carga horária para 12 horas e, consequentemente, terem diminuição dos vencimentos para R$ 3.595,39. A adesão dos médicos será facultativa, caso vire lei. O problema é que os médicos não aceitam ser representados pelo Sindiserv.

Proposta dos médicos

:: Na última proposta encaminhada à prefeitura, o Sindicato dos Médicos propõe que os profissionais que atuam no regime de 20 horas/semana passem para 12 horas, mantendo o atendimento a 18 pacientes por dia. Já os que trabalham 12 horas/semana teriam os salários aumentados para R$ 5,5 mil (hoje é de R$ 3,5 mil) mesmo valor pago para os que hoje atendem 20 horas. Já os de 33 horas reduziriam a carga para 20, mantendo o salário atual, mas atendendo o mesmo número de pacientes que atendiam antes. Na sexta, Guerra adiantou que uma comissão foi formada para negociar com os profissionais. Marlonei afirma que os médicos não vão se integrar à comissão.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comVereador fala em afastamento de prefeito de Caxias do Sul https://t.co/wDTW3qxXYS #pioneirohá 7 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEm reunião pautada pelo desconforto, governo promete estudar alternativas para Apae https://t.co/QAeePOTVx4 #pioneirohá 7 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros