Estudantes de Caxias do Sul vão representar o Brasil em campeonato de robótica na Austrália - Geral - Pioneiro

Tecnologia20/03/2017 | 11h28Atualizada em 20/03/2017 | 14h27

Estudantes de Caxias do Sul vão representar o Brasil em campeonato de robótica na Austrália

Equipe obteve classificação no final de semana em Brasília 

Estudantes de Caxias do Sul vão representar o Brasil em campeonato de robótica na Austrália Arquivo pessoal / Divulgação/Divulgação
Foram mais de 700 competidores de 20 estados brasileiros, além do Distrito Federal Foto: Arquivo pessoal / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Uma grande notícia para quem gosta de robótica: estudantes de Caxias do Sul vão representar o Brasil numa competição na Austrália. Alunos da Rede Caminho do Saber, que integram a equipe Tecnoway, conquistaram a classificação durante o final de semana em Brasília. Além do grupo caxiense, mais 23 equipes brasileiras obtiveram bons resultados na seletiva e participarão de outros seis campeonatos pelo mundo.

Leia mais
3ª edição do Teatro para Todos se inicia na próxima semana, em Caxias

Prefeitura de Caxias do Sul organiza feira para vendedores de rua aos domingos

Foram mais de 700 competidores de 20 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Do Rio Grande do Sul, além da Tecnoway, apenas a Androids, de Esteio, conquistou o direito de viajar para a Austrália, em julho. A competição envolveu estudantes entre 9 e 16 anos. Os robôs foram projetados e programados pelos próprios estudantes. Na competição em Brasília,  cumpriram diversas missões baseadas no tema da temporada: Animal Allies (Animais Aliados). Um dos desafios, por exemplo, era salvar animais de áreas de risco. As equipes também apresentaram projetos de pesquisa relacionados ao tema com soluções inovadoras para melhorar a relação entre homens e animais.

A equipe retornou a Caxias na madrugada desta segunda-feira. A Tecnoway é formada pela coordenadora pedagógica Alexandra Colvara e pelos estudantes Augusto Pioner, Bruno Nunes, Diogo Ribeiro, Julio Cesar Chiappin, Mateus Tomaz, Natan Pescador, Pedro Oliveira, Stefani Duarte e Tomas Curiel.A diretora-presidente da Caminho do Saber, Maristela Tomasi Chiappin, explica que o estudo e a prática da robótica proporcionam o desenvolvimento do raciocínio lógico e tecnológico, do trabalho em equipe, além da capacidade de resolução de problemas.

— Também chegam até às inovações utilizadas na Medicina, como os processos de uma cirurgia a laser — destaca Maristela. 

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comPoliciamento comunitário centraliza o debate desta quarta-feira, na Câmara https://t.co/PFZvH5Dxz0 #pioneirohá 16 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFamílias que ocupam área pública no bairro Cinquentenário II, em Caxias, temem ficar na rua https://t.co/plNoWGHpLQ #pioneirohá 41 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros