A trilha sonora dos anos 90 - Geral - Pioneiro

Memória07/03/2017 | 10h00Atualizada em 07/03/2017 | 10h08

A trilha sonora dos anos 90

Pioneiro relembra os destaques do cinema e das trilhas sonoras da época

No cinema da década de 1990, o pop finalmente aparece nas telas caxienses. A diversidade e popularização das trilhas intensificaram-se e consagraram filmes que a partir de então seriam referências na indústria cinematográfica e nas trilhas sonoras que viriam posteriormente. 

Dois anos antes da estreia, o Sete Dias de 1º de fevereiro de 1997 mostra a repercussão de Pulp Fiction Foto: Reprodução Pioneiro / Divulgação

Uma dessas revoluções ocorreu com o filme Pulp Fiction (1995), do icônico Quentin Tarantino. Na época do cinema mudo, pianistas, atores cantando atrás das telas e até orquestras inteiras acompanhavam as sessões executando peças que despertavam a emoção do público. Em 1927, o cenário transforma-se com O cantor de Jazz, primeiro filme onde o som estava gravado e tocava, separadamente, em um disco de acetato. 

 Há 20 anos, o Pioneiro entrevistava o caxiense Rogério Nesi, colecionador de mais de sete mil discos na época, e apaixonado pelas trilhas sonoras dos anos 90.

— Sem música, não teríamos emoções. Não entraríamos nesse mundo maravilhoso do cinema. Ela fica para a vida. — declarou Nesi. 

Atualmente, a música continua a ocupar um papel principal no universo fílmico, e o Pioneiro relembra a febre das trilhas sonoras que atingiu o mercado de Caxias do Sul nos anos 90. 

Clássicos do cinema ao ar livre

Elis Regina no Cinema Real em 1974

Estilo de vida e consumo

Dancinha de Pulp Fiction por John Travolta e Uma Thurman marcou uma época Foto: banco de dados / banco de dados

Entre os filmes com as trilhas mais procuradas e famosas, estão A Lista de Schindler (1993), Pulp Fiction (1995), Os Doze macacos (1996) e até grandes produções resquícios dos anos 80, como Blade Runner (1982) e Bird (1988).

Essa corrida de apreciadores de cinema em busca de trilhas sonoras fez com que esses discos virassem um estilo, com prateleiras e setores exclusivos nas lojas da cidade. Em uma entrevista ao Pioneiro, em 1° de fevereiro de 1997, o lojista Jair Rodrigues França comenta o gosto do público da época:

— Sempre vendemos a do filme que está passando ¿no momento¿, e também as coletâneas. 

Em meio a mais de 250 títulos disponíveis nas lojas da época, entre os mais procurados estavam a trilha sonora de Tieta (1996) e O Quatrilho (1995).

Destaque na mídia

 Matéria em março de 1959 falava sobre o mais novo sucesso dos cinemas e o retorno de John Travolta Foto: Reprodução Pioneiro / Divulgação

Em diversas entrevistas, o diretor Quentin Tarantino ressaltou que a música é um elemento tão importante dentro de um filme como o próprio elenco. Se listarmos os diretores que deram cara ao cinema nos anos 90, com certeza Tarantino estará está entre eles. Sua revolucionária obra, Pulp Fiction, além de sua trilha sonora matadora que se resume a grandes clássicos da surf music, do rock n¿ Roll e do soul, também foi gatilho para grandes acontecimentos, como a volta por cima da carreira de John Travolta. 

Na foto acima, a reprodução da reportagem do Pioneiro em 1995, retratando o grande sucesso do filme na época.

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória



 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comTenente da BM é baleado na cabeça ao ter carro roubado em Caxias https://t.co/lJecUaFvqC #pioneirohá 24 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAves e peixes que vivem na Lagoa do Rizzo, em Caxias, estão sumindo https://t.co/jy9JgNGiUy #pioneirohá 8 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros