40 anos de combate ao câncer - Geral - Pioneiro

Memória16/03/2017 | 10h00Atualizada em 16/03/2017 | 10h00

40 anos de combate ao câncer

Desde 1977, a comunidade recebe os serviços da instituição e parceiros

40 anos de combate ao câncer Bárbara Salvatti/Divulgação
Voluntárias ajudam a Liga de Combate ao Câncer levar o serviço até a comunidade, com campanhas como o Outubro Rosa Foto: Bárbara Salvatti / Divulgação

 A Liga de Combate ao Câncer de Bento Gonçalves completa neste mês de março 40 anos de serviços à comunidade. O início dessa trajetória, em 1977, contou com uma estrutura modesta, conquistada através de espaços cedidos graças a parcerias firmadas. Com o objetivo de conciliar um atendimento humano à capacidade de resolução de problemas, a Liga de Combate ao Câncer traz, a qualquer um que necessite de sua ajuda, um lugar de apoio e atendimento para pacientes e familiares que, diariamente, convivem com a doença.

Conquistando ao longo do tempo cada vez mais aliados, a Liga conta com o apoio de cidadãos, empresas e do poder público na missão de ajudar da melhor forma possível a comunidade. O objetivo é propiciar mais qualidade de vida e melhor bem-estar para quem luta contra a doença, além de alertar a sociedade sobre a importância da prevenção e de adoção de hábitos saudáveis.

Quatro décadas depois, percebe-se, em Bento Gonçalves e arredores, as conquistas que a instituição teve desde então. Exemplo disso são as campanhas Outubro Rosa, símbolo da luta contra o câncer de mama, e o Novembro Azul, saúde do homem, que, somente ano passado, já conscientizaram cerca de 80 mil pessoas.

Clube Aliança, uma tradição de Bento Gonçalves

Um rico acervo de Bento Gonçalves

 Casa de apoio

Inaugurada em dezembro de 2015, Casa de Apoio disponibiliza 14 leitos a pacientes e familiares que necessitem de auxílio Foto: Jeferson Soldi / Divulgação

  Inaugurada em 2015, a Casa de Apoio, localizada a poucos metros do hospital — referência regional nos atendimentos de quimioterapia e radioterapia — oferece, gratuitamente, serviços de hospedagem e alimentação para os pacientes que vem de outra cidade para tratamento e, eventualmente, necessitam de auxílio.

O edifício, que conta com uma boa estrutura — com três andares e 14 leitos à disposição da comunidade —, torna-se um verdadeiro lar para as pessoas que hospeda. Além disso, a Liga conta com o apoio de doações e voluntariados. Em nota no site da Liga, a presidente Maria Lúcia Gava Severa ressalta, sobre esse apoio:

— Muitos ainda seguem ao nosso lado e outros tantos deixaram um legado que nos motiva a seguir em frente. 

 Sede própria

 A Liga teve sua sede própria conquistada em junho de 2012, no endereço que mantém ainda hoje. O prédio conta com espaço para atendimentos de enfermagem, consultas psicológicas, reuniões de grupos de apoio, auditório para eventos e outras atividades.

 Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEmpresário da Serra tenta diálogo com o Papa para alterar encíclia que recomenda evitar o plástico https://t.co/VF6VB5WLlc #pioneirohá 5 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comCartório eleitoral de Caxias do Sul estará fechado nesta sexta-feira https://t.co/0ZlFiI8Al7 #pioneirohá 6 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros