Imagens resgatam memória da Metalúrgica Abramo Eberle - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Memória10/01/2017 | 10h04Atualizada em 10/01/2017 | 10h04

Imagens resgatam memória da Metalúrgica Abramo Eberle

Exposição mostra a evolução da fábrica, as seções de produção, o maquinário e a "família" de operários entre os anos de 1906 e 1940

Imagens resgatam memória da Metalúrgica Abramo Eberle Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami/Divulgação
Operários da Eberle na fabricação de artigos de metal em 1907 Foto: Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / Divulgação
Bruna Marini especial
Bruna Marini especial

bruna.marini@pioneiro.com

Uma exposição fotográfica retrata a história de uma das indústrias que alavancou o desenvolvimento de Caxias do Sul: a Metalúrgica Abramo Eberle. A mostra Imagens do labor: fotografias da Antiga Metalúrgica Abramo Eberle pode ser conferida na antiga sede da empresa (Rua Sinimbu, 1670, sala 501, atualmente sede da Azzolin Advogados) até 31 de janeiro.

As imagens mostram a evolução da fábrica, as seções de produção, o maquinário e a "família" de operários entre os anos de 1906 e 1940. Fundada em Caxias do Sul em 1896, de propriedade dos imigrantes italianos Giuseppe e Luigia Eberle (conhecida como Gigia Bandera), a empresa foi dirigida pelo segundo filho do casal, Abramo, entre os anos de 1896 e 1945. Abramo faleceu em 13 de janeiro de 1945.

Leia mais
Varejo do Eberle: um clássico do Centro
Das alturas da Metalúrgica Abramo Eberle em 1950.
Eberle Centro: detalhes de outros tempos

O início da instituição foi marcado por uma pequena funilaria que fabricava lamparinas. Após, com o crescimento da produção, surgiram itens como talheres, utensílios de mesa, artigos sacros, lâminas, facas, espadas, motores elétricos e, a partir de 1974, botões, ilhoses, rebites e fivelas, visando o mercado têxtil. Durante o período de conflito da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), a metalúrgica foi declarada de interesse militar pelo Governo Getúlio Vargas para a produção de espadas e espadins destinados à Força Expedicionária Brasileira.

Realizada pelo Instituto Memória Histórica e Cultural da Universidade de Caxias do Sul, a exposição tem a curadoria de Anthony Beux Tessari e o apoio de Azzolin Advogados. As imagens originais foram cedidas pelo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami.

Cartão postal de Caxias: vista parcial da rua Sinimbu, à esquerda, vê-se o prédio da Metalúrgica Abramo Eberle Foto: Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / Divulgação

Continuidade

Em 2003, a unificação da Eberle e da Zivi-Hercules, que iniciou suas atividades em Porto Alegre, em 1931, deu origem à Mundial SA Produtos de Consumo — situada no bairro São Ciro, em Caxias.

PROGRAME-SE
:: O que: exposição "Imagens do labor: fotografias da Antiga Metalúrgica Abramo Eberle"
:: Quando: até 31 de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h, e aos sábados, das 9h às 12h
:: Onde: antiga sede da empresa (Rua Sinimbu, 1670, sala 501, atualmente sede da Azzolin Advogados)
:: Quanto: entrada franca

Confira outras publicações da coluna Memória

Leia antigos conteúdos do blog Memória

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros